Equador bate Costa Rica, ganha vaga e classifica Alemanha

O Equador bateu a Costa Rica por 3 a 0, na tarde desta quinta-feira (pelo horário alemão), em Hamburgo, e conquistou a inédita classificação para as oitavas-de-final da Copa do Mundo, em sua segunda participação. De quebra, garantiu a classificação da Alemanha, a quem enfrenta na próxima terça-feira, em Berlim. Detalhe: como tem melhor saldo de gols (5 a 3), terá a vantagem do empate contra os anfitriões para ficar com o primeiro lugar do Grupo A.A vitória do Equador começou a ser construída da mesma maneira que no jogo contra a Polônia, na estréia: com um gol de Carlos Tenorio no primeiro tempo e outro de Agustín Delgado na etapa final. Nos descontos, Kaviedes fechou o marcador. A equipe sul-americana dominou a partida e não deu chances à Costa Rica, que se ressentiu da apagada atuação de seu astro, Wanchope - antes da partida, o técnico do Equador, Luís Fernando Suárez, havia alertado que parar o atacante e seus municiador, Gómez e Centeno, era a chave para a vitória.O primeiro gol saiu logo aos 7 minutos, numa jogada pela direita de Valencia, concluída por Carlos Tenorio. A Costa Rica se abalou e pouco criou na primeira etapa - as primeiras finalizações só saíram depois dos 30 minutos de jogo - quando o técnico brasileiro Alexandre Guimarães já havia trocado o volante Fonseca pelo atacante Saborio.O Equador apenas controlou o jogo e levou perigo em alguns contra-ataques. Na segunda etapa, repetiu o bom início e, em outra jogada pela direita, dessa vez iniciada pelo lateral De la Cruz, Delgado invadiu a área e tocou na saída do goleiro Porras.A Costa Rica, abatida em campo, só conseguia chegar com chutes de longa distância, que não deram em nada. O time treinado pelo brasileiro Alexandre Guimarães, que pela segunda Copa consecutiva é eliminado na primeira fase, só levou algum perigo aos 43 minutos do segundo tempo, quando, numa cobrança de escanteio, Hernández acertou o travessão - gol que mudaria a história do grupo e daria à Alemanha a vantagem do empate no jogo de Berlim.Já nos descontos, quando ninguém esperava mais nada da partida, Mendez fez boa jogada pela esquerda e cruzou para a área para Kaviedes, que havia substituído Carlos Tenorio na segunda etapa. O camisa 10 só escorou para o gol e pôs a pá de cal na equipe da Costa Rica.Equador 3 x 0 Costa RicaEquador - Mora; De la Cruz, Hurtado, Espinoza (Guagua) e Reasco; Méndez, Castillo, Edwin Tenorio e Valência (Urrutia); Carlos Tenorio (Kaviedes) e Delgado. Técnico: Luis Fernando Suárez.Costa Rica - Porras; Wallace, Umaña e Marín; Solís, Fonseca (Saborio), Sequeira, Centeno (Bernard) e González (Hernández); Gómez e Wanchope. Técnico: Alexandre Guimarães.Gols: Carlos Tenório, aos 7 minutos do primeiro tempo; Delgado, aos 8, e Kaviedes, aos 46 minutos do segundo tempo.Cartões amarelos: Marín, Solís, Castillo, De la Cruz e Mora.Árbitro: Coffi Codjia (Benin).Local: Wolksparkstadion, em Hamburgo.Horário: 10 horas (de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.