Dolores Ochoa / AP
Dolores Ochoa / AP

Equador marca duas vezes no final e derrota o Paraguai pelas Eliminatórias

Félix Torres, aos 42, e Estrada, aos 49 minutos do segundo tempo, marcam no triunfo por 2 a 0

Redação, Estadão Conteúdo

02 de setembro de 2021 | 21h14

Em um duelo fraco tecnicamente, o Equador mostrou maior agressividade para vencer o Paraguai, nesta quinta-feira, em duelo válido pela sétima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar. Com o resultado, os equatorianos somam 12 pontos, enquanto os paraguaios ficam com sete.

O Paraguai iniciou mais agressivo, apesar de perder seu maior articulador das jogadas de ataque, logo aos sete minutos, quando Espínola sentiu uma lesão. Mesmo assim, a seleção visitante foi mais ao ataque, mas sofreu com a falta de qualidade técnica de seus atletas. O lance mais interessante para os paraguaios foi obtido aos 16 minutos, com Angel Romero, em cobrança de falta, defendida pelo goleiro Galíndez.

A partir da metade da primeira etapa, os equatorianos passaram a dominar a partida e forçaram bastante suas jogadas pelas laterais. Mas os momentos mais agudos só surgiram nos minutos finais. Estupiñán de falta, Mena e Castillo tentaram, mas não tiveram sucesso em abrir o placar.

O segundo tempo foi ainda pior na parte técnica. Os paraguaios, aparentemente satisfeitos com o empate, ficaram mais preocupados em anular as iniciativas adversárias, enquanto os equatorianos, donos de boa campanha nas Eliminatórias, procuraram somar me casa mais três pontos.

Desta forma, a seleção da casa esteve mais perto da vitória, principalmente por intermédio da atuação de Mena, que criou duas boas oportunidades, mas errou o alvo em ambas.

De tanto tentar, o Equador, com justiça, fez o gol, aos 42 minutos. Torres subiu mais alto que David Martínez para meter a cabeça na bola e fazer 1 a 0. E ainda havia tempo para mais. Estrada, em jogada individual, decretou o triunfo equatoriano.

FICHA TÉCNICA

EQUADOR 2 X 0 PARAGUAI

EQUADOR - Galíndez; Félix Torres, León e Arreaga (Cifuentes); Castillo, Gruezo (Plata), Gaibor, João Rojas (Corozo), Mena (Sornoza) e Estupiñán (Valencia); Estrada. Técnico: Gustavo Alfaro.

PARAGUAI - Antony Silva; Espínola (Robert Rojas), Balbuena, Júnior Alonso e David Martínez; Hugo Martínez (Ojeda), Richard Sánchez (Florentín), Morel, Ángel Romero (Samudio), Arzamendia (Melgarejo); Amarilla. Técnico: Eduardo Berizzo.

GOLS - Félix Torres, aos 42, e Estrada, aos 49 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Andrés Matonte (URU).

CARTÕES AMARELOS - Estupiñán, Rojas, Estrada, Morel e Alonso.

LOCAL - Quito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.