Equador tenta recuperar contundidos para a estréia

Recuperar quatro titulares contundidos é a principal preocupação do técnico do Equador, Luis Fernando Suárez, nos últimos dias de preparação para a Copa. A equipe estréia contra a Polônia na sexta-feira, em Gelsenkirchen, e pode não contar com o zagueiro Iván Hurtado, o lateral-direito Ulises de la Cruz e os atacantes Agustín Delgado e Carlos Tenorio. "Nos resta essa preocupação, e vamos aguardar. A evolução de Tenorio vem sendo boa, e espero contar com ele", disse o técnico, depois do treino realizado na manhã desta segunda-feira. As opções para o ataque são Benítez e Kaviedes.Estes últimos são as duas principais preocupações do treinador. Delgado sofre com problemas crônicos nas costas, enquanto Tenorio sofreu um estiramento muscular no amistoso com a Macedônia, no dia 28 de maio - o time perdeu por 2 a 1. Os dois devem ser poupados de alguns treinos durante a semana. De la Cruz, com dores dno joelho, e Hurtado, também com problemas musculares, estão em situação mais tranqüila, segundo os médicos da seleção.Crise resolvidaSuárez e os jogadores negaram notícias publicadas pela imprensa equatoriana que apontam discussões internas por causa do valor das premiações pela desempenho da seleção no Mundial. "Não houve nenhum problema sobre isso", afirmou o técnico, que desmentiu também a existência de problemas de relacionamento entre os jogadores, embora tenha admito uma discussão entre Kaviedes e o volante Edwin Tenorio."Conversamos e tudo logo se resolveu. O resto são invenções", disse o técnico, que deixou os dois jogadores de fora do jogo contra a Macedônia, mas prefere se preocupar apenas com os jogos da Copa, que considera "os mais importantes da história do futebol no Equador". "Tudo vai a mil maravilhas e só pensamos em classificar o time para a segunda fase", assegura Edwin Tenorio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.