Equador terá os irmãos Aguinaga

A seleção do Equador terá pela primeira vez os irmãos Alex e Juan Francisco Aguinaga. Ambos foram convocados nesta quinta-feira pelo técnico Hernan Gomez, para a partida com o Brasil, dia 28, pelas Eliminatórias da Copa de 2002. Juan Francisco, o mais novo, estréia na equipe nacional - ele foi chamado por seu desempenho no Espoli, líder do campeonato local. Alex há muito tempo é a principal estrela do país e atua no Necaxa, do México.O colombiano Hernan Gomez deixou fora o atacante Eduardo Hurtado, artilheiro do Argentinos Juniors e principal goleador da seleção equatoriana. Na avaliação do treinador, Agustín Delgado, também do Necaxa, e Evelio Ordoñez, do El Nacional, de Quito, estão em "melhor fase" do que o antigo titular. "Tinha de fazer escolha entre jogadores com as mesmas características, e preferi esses dois", justificou.Os convocados apresentam-se na segunda-feira, dia 19, para começar os treinos, em Quito, a 2.850 metros acima do nível do mar. O jogo contra o Brasil está marcado para o estádio Atahualpa, na capital equatoriana, e começa às 15 horas locais (17h no horário de Brasília).No primeiro turno das Eliminatórias, o Equador enfrentou o Brasil em São Paulo e perdeu por 3 a 2. Descontar esta derrota é uma forma de manter o time na briga por uma vaga. No momento, os equatorianos estão em 4º lugar, com 16 pontos, quatro a menos do que a seleção brasileira, vice-líder ao lado do Paraguai. Na primeira colocação está a Argentina, com 25.Os atletas chamados por Gomez são: goleiros - Jose Cevallos e Geovanny Ibarra; zagueiros - Ulises de la Cruz, Raul Guerron, Marlon Ayovi, Ivan Hurtado, Geovanny Espinoza, Augusto Porozo e Edwin Tenorio; meias - Juan Burbano, Alfonso Obregón, Juan Francisco Aguinaga, Kléver Chalá, Diego Herrera e Wellington Sanchez; atacantes - Ivan Kaviedes, Angel Fernandez, Evelio Ordoñez e Agustin Delgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.