Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Equatoriano Reasco assume o posto de Mineiro no São Paulo

O equatoriano Neicer Reasco brilhou na ala direita da LDU nas últimas três Libertadores da América, jogou a Copa do Mundo como lateral-esquerdo e, agora, no São Paulo, vai partir para um novo desafio na carreira, como uma espécie de segundo volante. É ele o escolhido por Muricy Ramalho para substituir Mineiro, que anunciou a sua saída do time do Morumbi nesta quarta-feira.São dois os motivos que levam o treinador a apostar em Reasco: a experiência na Libertadores e o poder de marcação, principalmente na cobertura ao lateral-direito - Ilsinho e Maurinho disputarão a posição de titular em 2007.Reasco chegou ao São Paulo logo após a Copa do Mundo, onde teve atuação destacada principalmente no jogo contra a Inglaterra, nas oitavas-de-final. Muricy o esperava com ansiedade. O técnico dizia que, com Reasco no time, finalmente teria condições de deixar o esquema 3-5-2 e passar ao 4-4-2.Mas logo em sua estréia pelo São Paulo, contra o Goiás (13 de agosto, no Morumbi), Reasco sofreu uma lesão muscular. E quando estava prestes a voltar, descobriu que era preciso passar por cirurgia na tíbia da perna esquerda. ?Foi minha primeira e única contusão grave na carreira?, disse o jogador.Em tratamento, Reasco viu primeiro Souza brilhar como ala e, depois, Ilsinho surgir como a grande revelação do time no Brasileirão. A partir daí, com mais dois anos de contrato a cumprir, passou a considerar a hipótese de jogar no meio-de-campo - ele já havia atuado assim na LDU.Pelo menos fisicamente, Reasco até lembra Mineiro: o equatoriano é apenas um centímetro mais alto que o brasileiro - tem 1,70m contra 1,69m do autor do gol do tri mundial do São Paulo. Reasco, porém, é bem mais forte fisicamente. Tem 76 quilos, onze a mais que Mineiro. Resta saber se, em campo, será mesmo um bom substituto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.