Ringo HW Chiu/ AP
Ringo HW Chiu/ AP

Jogador do United pode desfalcar Equador na Copa América

Antonio Valencia foi submetido a cirurgia no pé esquerdo

Estadão Conteúdo

26 de maio de 2015 | 15h52

O meia equatoriano Antonio Valencia realizou cirurgia no pé esquerdo e poderá ficar fora da Copa América. O Manchester United, o clube do jogador, enviou à Federação Equatoriana de Futebol um comunicado em que a notifica sobre a cirurgia, realizada após o término do Campeonato Inglês, disse o diretor de logística das seleções equatorianas, Vinicio Luna.

"Antonio passou por uma intervenção cirúrgica", indicou Luna, nesta terça-feira, em entrevista à rádio Sonorama. "O professor Gustavo Quinteros (treinador da seleção equatoriana) dará os detalhes. Foi o professor Quinteros quem falou com Antonio antes da operação e depois da operação".

Luna não deu detalhes sobre a cirurgia, mas o representante de Valencia, Pedro Romero, disse à rádio La Red que o jogador foi operado para tirar uma placa e uns parafusos que tinha no tornozelo desde a grave fratura que teve em 2010.

"Os médicos do clube decidiram retirar os parafusos e uma placa que tinha ali, no tornozelo, pois o parafuso não realizava mais qualquer trabalho e, ao invés disso, estava começando a machucá-lo", disse Romero.

O representante indicou que a recuperação será entre duas e três semanas. O Equador estreia na Copa América em 11 de junho diante do anfitrião Chile. "O mais provável é que não vai vir", comentou.

Valencia é considerada a principal referência da seleção do Equador nos últimos anos e vem sendo titular do Manchester United. E além dele, a equipe pode ficar sem o meia Angel Mena, do Emelec, que sofre com problemas musculares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.