Equatorianos se despedem com sensação de dever cumprido

O técnico do Equador, Luis Fernando Suárez, disse após a derrota por 1 a 0 para a Inglaterra, neste domingo, em Stuttgart, que sua equipe deixa a Alemanha satisfeita pelo bom futebol e pela classificação entre as 16 melhores seleções. "Vamos embora tranqüilos, de cabeça erguida. O Equador se mostrou um adversário à altura e cumpriu o objetivo de superar o que havia feito há quatro anos", disse o técnico.Em 2002, a equipe caiu na primeira fase, com apenas uma vitória, sobre a Croácia, depois de derrotas para Itália e México. Suárez elogiou a atuação "equilibrada" de sua equipe. "Foi um jogo equilibrado, sem muitas chances para as duas equipes, e o ganhador saiu por causa de um lance genial de bola parada", afirmou Suáres. "Fizemos tudo certo. A Inglaterra jogou com inteligência, mas não nos dominou como as pessoas esperavam."Em Quito, onde milhares de pessoas se reuniram nas ruas para assistir ao jogo, a sensação era parecida: decepção pela derrota, mas satisfação pela boa campanha. "A seleção cumpriu seu dever e deixou o nome do Equador lá no alto", disse o assessor Wilson Camacho à agência AP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.