Equatorianos se dizem tranquilos para enfrentar a França

Jogador mais famoso do atual elenco do Equador, o meia Antonio Valencia sabe da força da França, seleção contra quem sua equipe define a sorte no Grupo E, mas disse que tudo pode acontecer nos 90 minutos da partida.

AE, Agência Estado

22 de junho de 2014 | 20h37

Apesar de não estar tendo o destaque individual que se esperava dele, Valencia afirmou estar contente com o desempenho de sua equipe. Atleta do Manchester United, o equatoriano enfrentará o companheiro de time Patrice Evra na próxima quarta-feira, e disse esta ciente do perigo que os franceses podem levar a sua equipe. "Estamos concentrados e vamos tentar vencer. Ainda não vimos vídeos da França, mas sabemos da qualidade de seus jogadores e temos que ter cuidado em todas as linhas do campo", revelou.

Já o zagueiro Walter Ayoví ressaltou o fato de a equipe equatoriana não ter atletas lesionados e se disse tranquilo para a decisão contra a França. "Todas as partidas são difíceis, mas espero que nossa equipe esteja bem fisicamente para o jogo", afirmou.

O lateral-direito afirmou que a união da equipe tem sido essencial para o bom futebol apresentado pelo Equador até aqui. "É fruto do trabalho dos meus companheiros. Estamos focados e vamos jogar para vencer os franceses", declarou. O Equador tem 3 pontos no Grupo E, assim como a Suíça, e está a frente do Honduras, que ainda não pontuou. A França lidera com 6 pontos.

O duelo entre Equador e França, no Maracanã, será válido pela terceira rodada do grupo. Também na quarta-feira, Suíça e Honduras se enfrentam em Manaus. Todas as equipes têm chances de classificação, apesar da grande vantagem dos franceses por terem conquistado um saldo positivo de seis gols nos dois primeiros jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014futebolEquador

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.