Equipe B do Flamengo surpreende Santa Cruz

O Flamengo deu um passo importante nesta quarta-feira à noite rumo às quartas-de-final da Copa do Brasil, ao derrotar, por 1 a 0, o Santa Cruz no Estádio do Arruda. As equipes entraram em campo mais preocupadas com a decisão dos campeonatos estaduais. No domingo, o Flamengo encara a segunda partida da final carioca contra o Vasco, enquanto Santa Cruz enfrenta o Náutico. O técnico do rubro-negro carioca, Abel Braga, escalou o time reserva para a partida. O técnico do Tricolor pernambucano, Péricles Chamusca, seguiu o mesmo caminho, mesclando jogadores reservas com alguns titulares. No primeiro tempo, a iniciativa do jogo ficou a cargo da equipe pernambucana, que teve o volante Djalma como grande destaque.Como bom mandante, o time coral criou algumas oportunidades, mas esbarrou na boa atuação do goleiro Diego e nos próprios erros de finalização. A equipe B do rubro-negro carioca se mostrou determinada a arrancar um bom resultado, chagando a abusar das faltas para evitar a evolução do ataque tricolor. Aos 33 minutos da etapa inicial, o Tricolor pernambucano desperdiçou sua melhor oportunidade. O meia Juliano cometeu pênalti depois de subida de Djalma. Dimas cobrou mal e o goleiro Diego defendeu. O pênalti perdido deixou a equipe pernambucana atordoada, que pouco criou até o apito do árbitro. A etapa complementar começou com gol da equipe do Flamengo. Logo a um minuto, o atacante Rafael Gaúcho aproveitou falha da defesa do Santa Cruz e abriu o placar para a equipe carioca. Ainda sentindo o impacto do pênalti perdido e do gol sofrido, o time pernambucano tentou correr atrás do prejuízo, mas com pouca objetividade. A situação ficou mais complicada para os donos da casa aos 35 minutos da etapa, complementar, quando a equipe coral ficou com um jogador a menos após a expulsão do lateral Jamur.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.