(Peter Dejong/AP)
(Peter Dejong/AP)

Eriksen volta a atuar pela Dinamarca e faz gol, mas Holanda vence amistoso

Dinamarquês é aplaudido de pé pela torcida da casa e pelos adversários

Redação, Estadão Conteúdo

26 de março de 2022 | 20h26


O meio-campista Christian Eriksen voltou a vestir a camisa da seleção da Dinamarca neste sábado, nove meses após sofrer uma parada cardíaca em campo durante jogo da última Eurocopa. Muito aplaudido até pelos adversários, Eriksen marcou um gol logo em sua primeira finalização, mas não evitou a derrota por 4 a 2 para a Holanda em amistoso disputado em Amsterdã. Em preparação para a Copa do Mundo do Catar, Espanha e Alemanha também venceram seus amistosos neste sábado.

O confronto entre Holanda e Dinamarca aconteceu no estádio do Ajax, a Johan Crujiff Arena, na capital holandesa. A seleção da casa saiu na frente com um gol de cabeça marcado por Bergwijn, mas os dinamarqueses empataram logo depois com Vertergaard, também de cabeça. A bola aérea estava em dia e o zagueiro Aké cabeceou para recolocar a Holanda em vantagem. Cobrando pênalti, Depay fez 3 a 1.

Christian Eriksen entrou em campo logo no começo do segundo tempo e marcou o segundo gol da Dinamarca em sua primeira finalização, completando um cruzamento de Olsen dentro da área. A torcida da casa aplaudiu o meia dinamarquês de pé após o gol e os adversários também fizeram o gesto. A Holanda venceu por 4 a 2, com mais um gol de Bergwijn no fim.

Aos 30 anos, Eriksen ficou alguns meses longe dos gramados após o susto sofrido. O jogador voltou a atuar no mês passado pelo Brentford, da Inglaterra. Ele precisou deixar a Inter de Milão por causa do desfibrilador implantado, já que a liga italiana não permite o uso do aparelho. Eriksen ainda teve a chance de marcar mais um gol neste sábado, mas carimbou a trave da Holanda na segunda tentativa.

Holanda e Dinamarca já garantiram a classificação para a Copa do Mundo na disputa das Eliminatórias Europeias. Também classificada, a Alemanha derrotou Israel por 2 a 0 em outro amistoso do dia, placar construído durante o primeiro tempo com dois gols de jogadores do Chelsea. Havertz, de cabeça, abriu o placar para os alemães. Werner apareceu bem na área para fazer o segundo já nos acréscimos do primeiro tempo. Nos minutos finais, as duas seleções tiveram pênalti a seu favor, mas ambas desperdiçaram suas cobranças.

A Espanha teve um pouco mais de dificuldade, mas também conseguiu vencer, ao enfrentar a Albânia. Reforço do Barcelona, Ferran Torres tocou na saída do goleiro para fazer 1 a 0 já aos 29 minutos do segundo tempo. A seleção comandada por Luis Enrique cedeu o empate aos 39. Uzuni aproveitou desatenção da zaga espanhola e empatou o jogo. Mas a Espanha buscou a vitória aos 45 minutos. Dani Olmo acertou lindo chute do ângulo e decretou o triunfo espanhol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.