Eriksson confirma Crouch como titular contra o Paraguai

Depois que até o Príncipe William se disse fã do estilo Crouch de comemorar gols - uma dancinha esquisita, imitando um robô com falta de óleo nas articulações -, o técnico Sven-Göran Eriksson definiu que o grandalhão do Liverpool, de 2,01 m, será mesmo o substituto de Wayne Rooney, machucado, na estréia contra o Paraguai, dia 10, em Frankfurt.O próprio Eriksson disse nesta segunda-feira que, se a Inglaterra for campeã, ele também cairá na dança de Crouch - apelidada de "Crouchbop". "Se ganharmos o Mundial, vou fazer tudo o que me pedirem", disse Eriksson.O treinador ficou feliz da vida com os três gols marcados por Crouch nos 6 a 0 sobre a Jamaica, sábado, em Manchester. Eriksson só repreendeu o jogador por tentar "inventar" numa cobrança de pênalti: quando a Inglaterra já vencia por 4 a 0, Crouch quis dar uma de Djalminha, com um toquinho leve por cima do goleiro, mas, sem a mesma técnica, mandou a bola para fora. Eriksson disse que foi um ato irresponsável. "Mas tenho certeza que Crouch não faria isso no Mundial", disse o comandante. Apesar de ter a melhor seleção desde 1966, quando conquistou seu único título mundial, e de ter jogadores de técnica refinada, como Lampard, Beckham, Gerrard e Owen, a Inglaterra, com Crouch, não abrirá mão de sua principal característica: o jogo aéreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.