Eriksson pode lançar Rooney contra Trinidad e Tobago

Está acabando a espera da torcida inglesa: Wayne Rooney está prestes a voltar a jogar. O atacante deve ser a maior novidade da Inglaterra para o jogo desta quinta-feira contra Trinidad & Tobago, às 13 horas (de Brasília), em Nuremberg. O técnico Sven-Göran Eriksson disse que Rooney está totalmente recuperado da lesão e não começará o jogo como titular, mas tem boas chances de entrar no segundo tempo. ?Vou pensar nisso durante a noite?, disse Eriksson nesta quarta-feira.Rooney não joga desde 29 de abril, quando fraturou o metatarso do pé direito em jogo do Manchester United contra o Chelsea. A contusão de Rooney virou novela na Inglaterra, já que o jogador de 20 anos é a principal esperança de gols da torcida inglesa na Copa. Convocado no dia 8 de maio, quando ainda andava de muletas, Rooney só teve sua participação confirmada no Mundial três dias antes da estréia da Inglaterra, sábado passado, contra o Paraguai (vitória por 1 a 0).Além de confiar em Rooney, a torcida inglesa espera mais de Michael Owen. contra o Paraguai, o atacante não mostrou nem de longe o futebol das Copas de 1998 e 2002. Aos 26 anos, parecia um veterano em campo e foi substituído aos 10 minutos do segundo tempo. ?Owen jogou bem?, disse Eriksson, protegendo seu pupilo. ?É claro que vai evoluir ainda mais. O que ele precisa é jogar?, emendou.Owen também fraturou o pé direito, em dezembro, mas a lesão foi mais séria e ele precisou passar duas vezes por cirurgia. Antes de ser convocado, fizera apenas duas partidas pelo seu clube, o Newcastle, em maio. ?Owen é um excelente jogador e ainda vai dar muitas alegrias para a torcida?, disse o capitão David Beckham, repetindo o discurso padrão do jogador preocupado com o colega. Outra preocupação de Eriksson é o lateral-direito Gary Neville, que ficou por apenas 15 minutos em campo no treino desta quarta, em Buremberg, e saiu reclamando de dores musculares. Se Neville for vetado, Eriksson improvisará o zagueiro Carragher ou o volante Hargreaves na lateral direita. Neville, de 31 anos, disputou a Copa de 98, mas ficou fora do Mundial de 2002 por motivo de lesão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.