Erro de ataque irrita Luxemburgo

Luxemburgo gritou, esbravejou durante o jogo, abandonou a gravata por conta do calor, e saiu de campo aborrecido. Nem tanto com a derrota para o Botafogo, mas com o comportamento do ataque. O treinador do Palmeiras não gostou da indolência com que seus jogadores de frente agiram, principalmente nos momentos em que deviam ajudar a marcação. "Faltou movimentação constante", observou o técnico. "O Botafogo, principalmente no começo, entrava na nossa defesa confortavelmente, porque os atacantes não voltavam para ajudar", lamentou. Na avaliação dele, essa falha sobrecarregou o trabalho do meio-de-campo.A entrada de Itamar, ainda na fase inicial, foi a tentativa que encontrou para acelerar as mudanças. Modificação que, na análise de Luxemburgo, foi boa. "Criamos chances para marcar", lembrou. "Mas nossa missão ficou mais difícil e tivemos desgaste maior porque ficamos em desvantagem grande no início do segundo tempo."Luxemburgo pode fazer alterações para o duelo com o São Caetano, na quarta-feira, na terceira rodada do Rio-São Paulo. Uma delas é o eventual aproveitamento de Jeovânio, reforço contratado recentemente e que estava fora da equipe porque não estava inscrito. O centroavante Christian também treina, mas sua estréia pode demorar um pouco mais. Ele precisa entrar em forma e ainda não há certeza de que a documentação tenha chegado. A diretoria não perdeu a esperança de acertar com Alex, embora o Corinthians faça pressão para ficar com o meia.

Agencia Estado,

27 de janeiro de 2002 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.