Erros de arbitragem marcam classificação da Alemanha e Argentina

Partidas da 2ª rodada das oitavas-de-final tiveram muitos gols; Tevez e Klose foram os destaques

Eric Akita, do Estadão.com.br

27 de junho de 2010 | 18h15

Jogadores argentinos e mexicanos cercam o árbitro e seu auxiliar

SÃO PAULO - Tão decisivas quanto os autores dos gols marcados nas partidas disputadas neste domingo, 28, as atuações dos árbitros foram o destaque, negativo, da segunda rodada da fase de oitavas-de-final da Copa do Mundo da África do Sul. Em jogos de muitos gols, Alemanha e Argentina venceram Inglaterra e México, respectivamente, e farão um duelo recheado de muita história no estádio Greenpoint, na Cidade do Cabo, no próximo dia 3, às 11h00 (horário de Brasília).

Veja também:

mais imagens GALERIA - Imagens de Argentina 3 x 1 México

mais imagens GALERIA - Imgens de Alemanha 4 x 1 Inglaterra

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

 

Ao ver um gol legítimo de Lampard não ser validado pelo árbitro uruguaio Jorge Larrionda, a Inglaterra, que alcançaria o empate ainda no primeiro tempo, não conseguiu reagir e acabou goleada por 4 a 1 pela Alemanha na abertura da rodada deste domingo, em Bloemfontein. Com dois gols marcados contra os ingleses, o jovem meio-campista Thomas Müller teve ótima atuação e faz a cada dia os torcedores alemães esquecerem a ausência do veterano Ballack, cortado por contusão.

 

Em Johannesburgo, Maradona e seus comandados superaram o México por 3 a 1 em jogo que a arbitragem também deixou sua marca, novamente negativa. Aos 25 minutos do primeiro tempo, o goleiro mexicano Oscar Pérez saiu mal do gol, Messi chutou no rebote e, em posição de impedimento, Tevez cabeceou para o fundo da rede. O árbitro italiano Roberto Rosetti chegou a consultar seu auxiliar, mas acabou validando o gol, para fúria dos jogadores mexicanos. Higuaín, aproveitando bobeada da defesa, e Tevez, com um belíssimo chute de fora da área, ampliaram a vantagem argentina no placar. Em uma das diversas chances criadas no ataque no segundo tempo, o México conseguiu descontar com Javier Hernandez.

 

PERSONAGEM DO DIA: Klose. Com o gol marcado no confronto contra a Inglaterra, o atacante alemão Klose igualou Pelé na lista dos maiores artilheiros da história da Copa do Mundo com 12 gols, que tem Ronaldo na frente com 15.

 

CRAQUE DO DIA: Tevez. O argentino Carlito Tevez marcou dois gols (um em impedimento e o outro um golaço) e foi decisivo na vitória da Argentina sobre o México. Junto com Higuaín, autor do outro gol argentino, Tevez compensou em mais um dia em que Messi passou em branco.

 

PERNAS-DE-PAU DO DIA: Árbitros. Um gol legal do meia inglês Lampard não validado e a marcação de um gol do atacante argentino Tevez em posição de impedimento, ambos em momentos cruciais das partidas deste domingo, foram a mancha negra desta rodada decisiva na Copa. Como na primeira fase, a arbitragem continua pecando e influenciando no resultados de algumas partidas do Mundial.

 

SELEÇÃO BRASILEIRA: O técnico Dunga fez muitos elogios à seleção chilena, adversária desta segunda-feira pelas oitavas de final da Copa, às 15h30 (de Brasília), no Estádio Ellis Park. O treinador, inclusive, refutou qualquer comparação com o retrospecto favorável, de cinco vitórias nos últimos cinco jogos disputados entre as seleções. Sobre a condição dos meias Elano e Felipe Melo, Dunga avisou que vai aguardar a avaliação médica que será feita momentos antes da partida para decidir a escalação do Brasil.

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.