Rafael Ribeiro / vasco.com.br
Rafael Ribeiro / vasco.com.br

Erros e mudanças no time já preocupam Vasco para jogo contra o Cruzeiro

Equipe tem o alento de ter deixado a zona de rebaixamento após empate com o Botafogo

Estadão Conteúdo

10 Outubro 2018 | 09h34

O empate por 1 a 1 com o Botafogo não trouxe alívio para o Vasco. Pelo contrário, o técnico Alberto Valentim está mais pressionado no comando da equipe cruzmaltina. Afinal, venceu apenas um dos últimos nove jogos no Brasileirão. Assim, o time espera superar os erros e as frequentes mudanças no time para tenta superar o Cruzeiro, na próxima rodada.

Para o duelo do domingo que vem, o Vasco conta com um trunfo: a possibilidade de ver o rival poupar titulares em razão da disputa da final da Copa do Brasil. O time mineiro faz o jogo de ida contra o Corinthians nesta quarta. E, na próxima, jogará a finalíssima, em São Paulo.

"Cruzeiro é muito forte com qualquer time que vier", avalia Valentim, que está mais preocupado com as falhas da sua própria equipe. "Temos é que corrigir erros, repetir o que fizemos de bom."

As falhas são consequência direta das mudanças na equipe. Na noite de terça, no Engenhão, Valentim escalou Pikachu na lateral e viu o Botafogo explorar este lado do campo em suas investidas ofensivas. No meio, Fabrício deixou a desejar, na avaliação do treinador. "Claro que falta um gol, uma assistência. Alguns bons passes não se tornaram gol."

O desequilíbrio do time teve relação com a escalação de quatro laterais no jogo, sendo dois deles atuando de forma improvisada no meio-campo. Além de Fabrício, Henrique também jogou no setor. Pikachu e Ramon jogaram em suas posições de origem.

As mudanças poderão ser mantidas para a próxima rodada. "Com o Henrique, queria dar profundidade na nossa equipe. Não faço time defensivo. O Henrique dá poder ofensivo também. Mas esse ponto que conquistamos vamos valorizar, com certeza", disse Valentim, ao indicar uma possível repetição do time para domingo.

Para o duelo contra o Cruzeiro, o Vasco terá ao menos o alívio de entrar em campo fora da zona de rebaixamento. Com 31 pontos, o time carioca ocupa agora a 15ª colocação.

 
Mais conteúdo sobre:
futebol Vasco Alberto Valentim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.