Montagem/AP
Montagem/AP

'Escândalo na Fifa não afetará Mundial Sub-20', diz organização

Preocupação dos organizadores recai sobre Jeffrey Webb

Estadão Conteúdo

28 de maio de 2015 | 09h24

Às vésperas do início do Mundial Sub-20, os organizadores do evento a ser realizado na Nova Zelândia afirmaram nesta quinta-feira que as denúncias de corrupção que atingiram a Fifa na quarta-feira não devem afetar a competição. Será o maior torneio de futebol sediado no país da Oceania.

A preocupação dos organizadores recai sobre Jeffrey Webb, um dos dirigentes presos na quarta, em Zurique. Acusado de corrupção, o presidente da Concacaf liderou o comitê organizador do Mundial Sub-20. Em fevereiro, ele participou da definição das chaves da competição.

Para acabar com qualquer suspeita envolvendo o torneio, os dirigentes do futebol neozelandês soltaram nota para garantir a disputa do Mundial, que tem início no sábado. "Continuamos a monitorar a situação de perto para podermos reagir apropriadamente. Mas não podemos antecipar que estes eventos terão algum impacto sobre o torneio", disse Andy Martin, diretor-geral da federação nacional.

Ele garantiu que a Nova Zelândia está pronta para receber jogadores, treinadores e as partidas. "Os funcionários e os voluntários têm trabalhado duro e estamos prontos para sediar o maior evento de futebol já realizado neste país", reforçou o dirigente.

Preocupado com qualquer suspeita que possa atingir também o Mundial Sub-20, os organizadores se apressaram em reiterar que o processo de escolha da Nova Zelândia não foi alvo de nenhuma denúncia. "Foi 100% correta", afirmou Michael Glading, responsável por comandar a candidatura neozelandesa para receber o evento..

"Eu não acho que os tentáculos da corrupção vão tocar a Nova Zelândia. Estamos limpos. Digo isso com minha mão no coração", reforçou Frank van Hattum, ex-presidente da Federação de Futebol da Nova Zelândia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifaMundial Sub-20corrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.