Andrej Cukic/EFE
Andrej Cukic/EFE

Escócia supera Sérvia nos pênaltis e fica com a última vaga na Eurocopa

Após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, escoceses garantiam vaga com vitória por 5 a 4

AFP, O Estado de S.Paulo

12 de novembro de 2020 | 21h56

A Escócia conquistou a última vaga para a Euro 2020, que será disputada em 2021 devido à pandemia da covid-19, com uma vitória nos pênaltis  por 5 a 4 após empate por 1 a 1 com a Sérvia, nesta quinta-feira em Belgrado. Os escoceses vão disputar o torneio continental no Grupo D contra Inglaterra, Croácia e República Tcheca. 

A fase final da próxima Eurocopa será o primeiro grande torneio da Escócia desde a Copa do Mundo de 1998 na França.

Na disputa decisiva por pênaltis, as duas equipes converteram suas cobranças até que Aleksandar Mitrovic errou a quinta dos sérvios, o que acabou sendo decisivo. Antes, a Escócia havia aberto o placar aos seis minutos do segundo tempo, por intermédio de Ryan Christie, com um chute rasteiro da entrada da área, que bateu na trave antes de entrar no gol.

A equipe britânica resistiu mantendo sua vantagem até quase o final do tempo regulamentar, mas aos 45 minutos do segundo tempo, Luka Jovic, desviou de cabeça uma cobrança de escanteio, deixando tudo igual e levando para a prorrogação, onde o placar não se mexeu, dando lugar à disputa por pênaltis. 

Na Eurocopa, a Escócia também terá a honra de disputar duas partidas de sua primeira fase no Hampden Park, em Glasgow, contra tchecos e croatas. O confronto com os ingleses será em Wembley, em Londres.

OUTRAS VAGAS

Jogando em casa, a Hungria também sofreu para buscar a classificação. O time húngaro precisou buscar a virada, nos acréscimos da etapa final, para vencer a Islândia por 2 a 1. Loic Nego empatou aos 43 minutos e Dominik Szoboszlai decretou a virada aos 47 minutos. Gylfi Sigurdsson abrira o placar, aos 11 minutos de jogo. 

Na Eurocopa, a seleção húngara terá ainda mais trabalho. Isso porque entrou no chamado Grupo da Morte, o F, que tem Portugal, França e Alemanha. 

A seleção da Eslováquia precisou da prorrogação para superar a Irlanda do Norte por 2 a 1. Juraj Kucka, no primeiro tempo, e Michal Duris, na segunda etapa da prorrogação, balançaram as redes para os eslovacos, que jogaram fora de casa. Pela Irlanda, Milan Skriniar marcou aos 43 minutos do segundo tempo, contra as próprias redes. Os eslovacos vão enfrentar a Espanha, a Suécia e a Polônia, no Grupo E.

Já a Macedônia do Norte bateu a Geórgia por 1 a 0, longe de casa. Goran Pandev marcou o único gol da partida. No Grupo C da Eurocopa, a equipe da Macedônia do Norte vai encarar Ucrânia, Áustria e Holanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.