Paulo Pinto/AE
Paulo Pinto/AE

Escolha o gol mais bonito do Corinthians neste século

Júri formado por profissionais da equipe de Esportes do 'Estadão' selecionou quatro gols do time desde 2000; voto final será do torcedor

Redação, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2021 | 10h00

Qual é o gol mais bonito marcado pelo Corinthians neste século? Para ajudar o torcedor nesta difícil e polêmica escolha, os jornalistas da editoria de Esportes do Estadão elegeram quatro lances memoráveis. Agora, a decisão final será da torcida.

Ricardinho, contra o Santos, no Paulistão de 2001

No último segundo, o gol da classificação. Após empate em 1 a 1 na ida, o placar se repetia na volta e dava a vaga na final do Campeonato Paulista para o Santos, por ter melhor campanha. O Corinthians foi ao ataque, Gil pelo lado esquerdo passou para trás e Ricardinho chegou chutando de primeiro, de chapa, no gol. O Corinthians bateu o Botafogo de Ribeirão Preto na final e foi campeão.

Tévez, contra o Palmeiras, no Brasileirão de 2005

O argentino estava em estado de graça em 2005 e fez a diferença no clássico: Tévez recebeu na ponta esquerda, passou no meio de dois marcadores, cortou mais um e bateu forte no contrapé de Marcos. O alviverde ainda conseguiria o empate, mas o resultado acabou tendo gosto de vitória para os alvinegros, que praticamente tiraram a chance do rival brigar pelo título e no final levantaram a taça.

Ronaldo, contra o Santos, no Paulistão de 2009

Era a final do Campeonato Paulista, e o Corinthians vencia por 2 a 1 na Vila Belmiro. Ronaldo, então, recebe um lançamento, sai da marcação de Triguinho e, com toda a calma do mundo, encobre Fábio Costa para marcar o terceiro gol de forma antológica. A narração de Luciano do Valle para o lance também entrou para a história. No segundo jogo, empate por 1 a 1 e título corintiano.

Marlone, contra o Cobresal, na Libertadores de 2016

O adversário não era dos melhores, mas isso não diminui o feito. Diante da equipe chilena do Cobresal, Marlone dominou cruzamento de Edílson com o peito e emendou um lindo voleio para as redes. Foi o terceiro gol do Corinthians na goleada por 6 a 0 - o próprio Marlone havia aberto o placar. O tento chegou a disputar o prêmio Puskas, mas não venceu.

Não se esqueça de votar! 

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRonaldinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.