Raiam Santos/Instagram
Raiam Santos/Instagram

Escritor brasileiro é vítima de racismo em jogo do Brasil na Rússia

Raiam Santos foi chamado de macaco por torcedor mexicano em vitória brasileira

O Estado de S.Paulo

02 Julho 2018 | 21h44

O escritor brasileiro Raiam Santos foi chamado de "macaco" por um torcedor do México durante a vitória da seleção brasileira sobre os mexicanos, nesta segunda-feira, pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Raiam, que estava no estádio acompanhando a partida, publicou um vídeo no seu Instagram mostrando o momento da ofensa.

+ Osorio diz que futebol é para homens e vê 'palhaçada' em lance com Neymar

+ Neymar manda recado aos mexicanos: ‘Falaram demais e foram embora para casa’

+ Tite defende Neymar em polêmica e pede para Osorio analisar vídeo de confusão

Raiam comentou o gesto racista na postagem que fez nas redes sociais, onde respondeu ao seu agressor: "Aí... não esperava esse gesto de um mexicano em um estádio da Copa. Sou brasileiro, sou negro e sou pentacampeão! Racistas não passarão! Pode ir pra casa assistir Chapolin que eu tô indo pra Kazan, otário!"

Em outra postagem no seu Instagram, o brasileiro afirmou que teve de vender "uns 5 mil livros" para poder viajar à Rússia durante o Mundial. Raiam é autor de obras como "Hackeando Tudo", "Missão Paulo Coelho", e "Imigrante Ilegal".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.