Espanha ainda sob efeito do clássico

Depois da pausa de meio de semana para compromissos pelas copas européias, Real Madrid e Barcelona voltam a campo, neste domingo, para retomar polêmica surgida oito dias atrás. O gol anulado de Rivaldo no clássico de sábado rendeu discussão e só acentou as diferenças entre os dois velhos rivais do futebol espanhol. O Real se calou em torno do lance, que poderia ter significado a derrota, e defende a liderança em casa contra o Real Sociedad. O Barça passou ao ataque, principalmente por parte do presidente Joan Gaspart, e pretende descontar na visita que recebe do Mallorca.O clima esquentou na corrida pelo título espanhol. O Real continua na liderança, com 53 pontos e ainda tem vantagem sobre o La Coruña (que chegou a 51 com a vitória deste sábado sobre o Numancia) e o Valencia (que foi a 49 depois de vencer o Osasuña, também no sábado). Mantém, no entanto, uma folga tranquila em relação ao Barcelona (44). A distância poderia ter sido encurtada, se o árbitro Losantos Omar não desconsiderasse o terceiro gol do time catalão. Na Ciudad Deportiva, quartel-general do Real, o assunto foi ignorado nos últimos dias, e todos parecem ter combinado de falar só do que vem pela frente.O Barcelona não digeriu a raiva causada pelo empate de 2 a 2. O presidente Gaspart mostrou-se irritado e abriu fogo, contra a federação, contra o Real e até colocou a política nacional na discussão. O dirigente disse que é "impossível" ganhar campeonatos, se os adversários da capital continuarem a "ser protegidos" pelas arbitragens. "É preciso entender que o Real não é o time do Estado espanhol", afirmou Gaspart, em ironia à força do rival no governo federal.Os 44 pontos deixam o Barça com remotas chances de chegar ao título, mas nem por isso a equipe baixa a guarda. O técnico Ferrer deve colocar em campo a maioria dos titulares. O Mallorca fez estrago, na semana passada, ao ganhar do La Coruña por 2 a 1. Agora, tem 41 pontos e sonha com a possibilidade de ficar entre os quatro primeiros do torneio. Se isso acontecer, vai para a Liga dos Campeões de 2002.O resto da rodada terá mais jogos de coadjuvantes. Alavés (35) x Rayo (34), Oviedo (27) x Espanyol (32), Valladolid (32) x Celta (32), Málaga (34) x Zaragoza (31) e o lanterna Santander (20) x Las Palmas (32).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.