Espanha bane torcedor do Manchester City por 2 anos após ataque a policial

As autoridades espanholas anunciaram nesta quinta-feira que decidiram banir um torcedor do Manchester City de eventos esportivos no país por dois anos. A decisão foi uma sanção pelo comportamento do inglês, que não teve a identidade revelada, antes da partida de sua equipe diante do Sevilla, pela Liga dos Campeões.

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2015 | 17h57

De acordo com a comissão antiviolência da Espanha, no último dia 3 o torcedor "agrediu violentamente" um policial dentro do estádio em Sevilha. O homem ainda tentou se esconder na multidão após o ato, mas foi identificado pelas autoridades do país.

Por conta disso, ele não poderá acompanhar qualquer evento esportivo na Espanha pelos próximos dois anos. Além disso, terá que pagar uma multa de seis mil euros (cerca de R$ 24 mil).

A comissão antiviolência espanhola ainda anunciou outra punição. Esta, contra um torcedor do Atlético de Madrid, que está banido dos estádios por um ano e ainda terá que pagar multa de seis mil euros por ter "agredido diversos policiais" na partida diante do Sporting Gijón, pelo Campeonato Espanhol, no dia 8 de novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.