Espanha cancela licença de Barata

A Real Federação Espanhola de Futebol cancelou nesta sexta-feira a licença de ?comunitário? do brasileiro Barata e de outros três jogadores que utilizaram passaportes falsos. Na prática, a decisão os impede de jogar pelos respectivos clubes - Barata é do Tenerife, da 2ª divisão). Pelo regulamento, eles só podem substituir um jogador contundido que for afastado por mais de cinco meses. Outros quatro brasileiros que utilizaram passaporte falso já tiveram suas licenças cassadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.