Alejandro García / EFE
Alejandro García / EFE

Espanha corta Iniesta, Morata e Carvajal e anuncia substitutos para Eliminatórias

Seleção espanhola enfrenta Albânia e Israel, visando confirmar vaga na Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2017 | 11h18

A seleção da Espanha sofreu três baixas para os dois próximos compromissos pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018. Andres Iniesta, Alvaro Morata e Dani Carvajal foram cortados dos duelos contra a Albânia, na próxima sexta-feira, e Israel, em 9 de outubro.

+ Como ficará o futebol na Catalunha após o plebiscito separatista?

+ ‘Vou agarrar com unhas e dentes essa chance na seleção’, diz Fred

O técnico da seleção espanhola, Julen Lopetegui, anunciou os convocados para substituir o trio de jogadores indisponíveis: o lateral-direito Alvaro Odriozola, da Real Sociedad, o meia-atacante Jonathan Viera, do Las Palmas, e o atacante Aritz Aduriz, do Athletic Bilbao.

Ao confirmar os cortes dos jogadores, a Real Federação Espanhola de Futebol explicou que Iniesta e Morata sofreram lesões musculares, enquanto Carvajal está com uma infecção viral relacionada ao seu coração.

Iniesta se lesionou na vitória do Barcelona por 3 a 0 sobre o Las Palmas no último domingo e deve ficar afastado dos gramados por cerca de dez dias, enquanto Morata se contundiu na derrota do Chelsea por 1 a 0 para o Manchester City pelo Campeonato Inglês.

Já Carvajal ficou de fora da vitória do Real Madrid por 2 a 0 sobre o Espanyol por causa de uma infecção viral que afeta o pericárdio do seu coração. O técnico Zinedine Zidane explicou que o problema do lateral-direito não é sério, mas não soube precisar o período que o jogador ficará sem atuar.

A Espanha lidera o Grupo G das Eliminatórias com 22 pontos, com três de vantagem para a Itália. Um triunfo pode ser suficiente nas duas rodadas finais para garantir a classificação da equipe à Copa do Mundo, pois o saldo de gols da Espanha é bem superior ao da Itália - 29 a 12. A Itália vai receber a Macedônia na próxima sexta-feira e visitará a Albânia três dias depois.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.