Espanha decreta o fim dos ?galácticos?

A ?Era Galáctica? do Real Madrid acabou. Foi assim, de maneira quase unânime, que os jornais espanhóis reagiram à eliminação do time que reuniu as maiores estrelas do mundo, logo nas oitavas-de-final da Liga dos Campeões da Europa, ao ser derrotado pela Juventus, em Turim.?Ex-Galácticos?, é a manchete do diário ?Marca? em sua primeira página. ?Foi bonito enquanto durou?, acrescenta o jornal ?As?, referindo-se às estrelas da equipe. "Penoso K.O.", publica o "Sport", de Barcelona."O Real Madrid se deixa levar ao fracasso", conclui "El País".Em várias publicações, artigos falam em fim de uma era e dizem que estavam certos, aqueles que, já há alguns meses, proclamavam o fim de um ciclo, com o ocaso de jogadores como Luis Figo, Roberto Carlos, Zinedine Zidane, David Beckham, Ronaldo e outros chamados de "galácticos".Os torcedores - que já vinham vaiando o time há algum tempo - perderam a paciência de vez. No embarque da equipe em Turim, no caminho de volta para casa, os atletas foram hostilizados no aeroporto e chamados de mercenários por dezenas de torcedores. A polícia foi obrigada a intervir e conseguiu evitar incidentes mais graves. Jornalistas esportivos espanhóis não pouparam nenhum dos jogadores, a quem já chamam de ?ex-galácticos?. Exigem a dispensa dos atletas milionários e o desmanche do modelo implantado pelo presidente Florentino Perez, baseado na contratação dos jogadores mais caros do planeta.Os analistas apostam que uma limpeza começará a ser feita em breve e os primeiros a sair devem ser o brasileiro Roberto Carlos e o português Luis Figo. O Real Madridperdeu a Copa do Rei; foi eliminado da Liga dos Campeões, está a oito pontos do Barcelona e com remotas chances de conquistar o título do Campeonato Espanhol e chega ao seu segundo ano sem nenhum título.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.