Espanha e Portugal em festa por Figo

Tardou, mas chegou. Marcado pela carreira de sucesso, sagrou-se campeão em todos os clubes nos quais defendeu, enfim o português Luís Figo teve seu futebol reconhecido. Nesta segunda-feira, em Zurique, na sede da Fifa, entidade máxima do futebol, o atacante do Real Madrid e da seleção de seu país foi eleito como o melhor jogador do mundo no ano. Em 2000 ficou na segunda colocação, atrás do francês Zinedine Zidane.Com 250 pontos, o atacante mais caro de 2000, sua transferência do Barcelona para o Real Madrid foi de US$ 52 milhões, Figo superou o inglês David Beckham, do Manchester United, 238 pontos, e o espanhol Raúl Gonzalez, também do Real, com 96. O belo futebol apresentado pela seleção portuguesa, a sensação da Europa, e as boas campanhas do Real Madrid no Campeonato Espanhol - é o atual campeão - e na Copa dos Campeões - forte candidato ao título - foram decisivas para a escolha dos 130 técnicos. Luiz Felipe Scolari foi um dos treinadores que optaram pelo atacante patrício.A conquista de Figo deixou Portugal em festa. "Não poderiamos ter um presente melhor de natal", disse o técnico da seleção, Antonio Oliveira. "Totalmente merecido. Um motivo de orgulho a nação, ao futebol do país e a seleção nacional," continuou.O prestígio de Figo com o torcedor é tão grande, que ele é comparado a grandes monstros do futebol mundial. O técnico, sem modéstia, o define como o Pelé de Portugal. "De grande importância para nós, assim como o Pelé foi para o Brasil e o Cruyff para a Holanda."Gilberto Madail, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), preferiu desabafar. "É uma grande satisfação, mas ele já merecia ter sido eleito no ano passado."Retrospecto - Figo já havia sido eleito como melhor português nos anos de 1994, 95, 96 e 98 e ano passado ganhou a ?Bola de Ouro?, da revista France Football. Desde muito jovem já sentia o gostinho das conquistas. Em 1989, foi campeão Europeu de seleções Sub-16, na Dinamarca. Dois anos depois, Mundial na Su-20, na competição na qual Portugal sediou.Recebido em festa de grande estilo pelos madrilenos, com direito a coroa de flores e aplauso de pé, por quase 80 mil pessoas, Figo deve ganhar nova homenagem nesta terça-feira, no Estádio Santiago Bernabeu, em Madri. O Real Madrid recebe o Ginastic, pelo jogo de volta das oitavas-de-final da Copa do Rey da Espanha - ganhou fora de casa por 1 a 0 - e o atacante deve ser premiado.Motivos para a comemoração não vão faltar. O Real lidera o Campeonato Espanhol e seu adversário, amarga a penúltima colocação da Segunda Divisão. Apesar de enfrentar um adversário teoricamente fraco, o técnico madrileno, Vicente del Bosque adiantou que não deixará de escalar nenhum titular.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.