Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Espanha faz 3 a 0 na Suécia e dispara na ponta de grupo das Eliminatórias da Euro

Sergio Ramos e Morata, ambos cobrando pênaltis, e Oyarzabal marcaram no segundo tempo

Redação, Estadão Conteúdo

10 de junho de 2019 | 18h53

Em um jogo que começou logo depois de o zagueiro Sergio Ramos receber uma homenagem por ter se tornado o jogador com maior número de vitórias por sua seleção, a Espanha venceu a Suécia por 3 a 0, nesta segunda-feira, no estádio Santiago Bernabéu, em Madri, e disparou na liderança do Grupo F das Eliminatórias da Eurocopa de 2020.

Sergio Ramos e Morata, ambos cobrando pênaltis, e Oyarzabal marcaram no segundo tempo os gols do triunfo, que deixou a seleção espanhola com 12 pontos em quatro partidas disputadas no qualificatório para o torneio continental. Com o resultado, a equipe dirigida pelo técnico Luis Enrique abriu cinco de vantagem justamente sobre os suecos, vice-líderes da chave.

Antes de ajudar a Espanha a continuar com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias, Sergio Ramos recebeu uma placa em reconhecimento pelas 122 vitórias alcançadas pela seleção espanhola, marca atingida na goleada por 4 a 1 sobre Ilhas Faroe, na sexta-feira, fora de casa, pela rodada anterior deste Grupo F. Ele ultrapassou Iker Casillas, que acumula 121 triunfos pela equipe nacional.

Neste duelo no estádio do Real Madrid, clube defendido por Sergio Ramos, o zagueiro chegou a reclamar da não marcação de um pênalti sobre ele no primeiro tempo e até arriscou uma bicicleta que passou por cima da meta do goleiro Olsen.

A Suécia conseguiu segurar os donos da casa em toda a etapa inicial, mas a Espanha achou o caminho da vitória no segundo tempo. O primeiro gol saiu de uma penalidade, marcada após Larsson cortar com o braço um cruzamento da esquerda. Homenageado da noite, Sergio Ramos, capitão da seleção, foi para a cobrança e balançou as redes, aos 19 minutos.

Dona do jogo, a Espanha tinha 71% de posse de bola e ampliou o placar aos 40 minutos, assinalado depois de Helander derrubar Morata quando o atacante tentava invadir a grande área pelo lado esquerdo. O mesmo Morata cobrou com tranquilidade para fazer 2 a 0. E o terceiro gol saiu apenas dois minutos depois. Mikel Oyarzabal, que acabara de entrar no lugar de Rodrigo, foi acionado pela direita, cortou para o meio e finalizou com categoria no canto direito do goleiro sueco.

Em outro duelo disputado nesta segunda-feira pelo Grupo F, a Romênia aproveitou a fragilidade da seleção de Malta para golear por 4 a 0, fora de casa, e também chegar aos mesmos sete pontos da Suécia. Está em terceiro lugar, porém, pelos critérios de desempate, enquanto os malteses ocupam o quinto e penúltimo lugar, com três pontos.

Já a Noruega assumiu a quarta posição desta chave, com cinco, ao bater as Ilhas Faroe por 2 a 0, também como visitante, em resultado que manteve o modesto adversário sem nenhum ponto e na lanterna após quatro partidas realizadas.

OUTROS RESULTADOS

Outras nove partidas foram realizadas nesta segunda-feira pelas Eliminatórias da Eurocopa. Em uma delas, a Polônia também se manteve com 100% de aproveitamento ao golear Israel por 4 a 0, em casa. O atacante Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, marcou, de pênalti, o segundo gol polonês no duelo.

Com o triunfo, os poloneses dispararam no topo do Grupo G, com 12 pontos, e ficou cinco à frente dos próprios israelenses, vice-líderes. A terceira posição é da Áustria, que chegou aos seis pontos com um triunfo por 4 a 1 sobre a Macedônia do Norte, fora de casa, em outro duelo do dia. O quarto lugar, com cinco pontos, é da Eslovênia, que aplicou um 5 a 0 sobre a Letônia, também fora de casa.

Já pelo Grupo D das Eliminatórias, a Dinamarca conquistou a sua primeira vitória em três jogos ao golear a Georgia por 5 a 1, em Copenhague, e assumiu a vice-liderança, com cinco pontos. Porém, segue cinco atrás da líder Irlanda, que superou Gibraltar por 2 a 0, também como mandante.

Pelo Grupo B, a Ucrânia foi aos 10 pontos na liderança ao bater a Luxemburgo por 1 a 0, em casa. Os luxemburgueses são vice-líderes, com quatro, mas a mesma pontuação foi atingida nesta segunda-feira pela Sérvia, terceira colocada, que goleou a Lituânia por 4 a 1, com um gol do atacante Luka Jovic, novo reforço do Real Madrid.

Pelo Grupo A, a República Checa soube aproveitar o fator campo ao bater Montenegro por 3 a 0 e chegar aos seis pontos na vice-liderança. Com a mesma pontuação, mas com um jogo a menos, está a líder Inglaterra, que no último sábado conquistou o terceiro lugar da Liga das Nações da Uefa ao superar a Suíça nos pênaltis.

No outro duelo desta chave, a surpreendente seleção do Kosovo bateu a Bulgária por 3 a 2, como visitante, e assumiu o terceiro lugar, com cinco pontos, dois à frente de búlgaros e montenegrinos, que agora dividem a lanterna.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.