Espanha garante não temer equipes retrancadas

Com a seleção de Portugal eliminada e a derrota para a Suíça esquecida, a Espanha começa a acreditar que nenhuma defesa pode pará-la na Copa do Mundo. O triunfo por 1 a 0 sobre os portugueses colocou a equipe dirigida por Vicente del Bosque nas quartas de final e aumentou a confiança do time sobre sua capacidade de superar as retrancas dos adversários.

AE-AP, Agência Estado

30 de junho de 2010 | 07h00

A maioria dos adversários espanhóis tem atuado fechado e a situação deverá se repetir contra o Paraguai. "Não é uma surpresa, mas era o que precisávamos", disse o técnico Vicente del Bosque. "Eu não me lembro o que foi o resultado da Suíça agora", completou.

A Espanha começou a Copa do Mundo com uma derrota por 1 a 0 para a Suíça, mas recuperou o espírito que levou ao título da Eurocopa de 2008 ao conseguir três vitórias seguidas. "Cada rival até agora jogou fechado para nos parar e um jogo como o com a Suíça pode deixar você fora, mas nossos resultados nos últimos anos têm mostrado que sabemos ser bem-sucedidos", disse o atacante David Villa, autor do gol da vitória sobre Portugal, que divide a artilharia da Copa do Mundo com Gonzalo Higuain e Robert Vittek.

A Espanha venceu Honduras e Chile na fase de grupos, mas a confiança realmente aumentou após a vitória de terça-feira no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, contra um rival que se defendeu desde o início. "Nós sofremos muito contra essas equipes, que decidiram jogar atrás contra nós, mas você tem que ter paciência e adaptar o seu estilo" disse Villa. "Mas nunca houve qualquer receio, 99% do tempo

nosso estilo de jogo significa vitória".

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolEspanharetrancas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.