Graham Stuart/AFP
Graham Stuart/AFP

Espanha nega favoritismo no futebol da Olimpíada

Técnico Luis Milla afirma que resultados da equipe principal não servem de parâmetro

Agência Estado

24 de julho de 2012 | 12h26

GLASGOW - O técnico Luis Milla declarou nesta terça-feira que não gosta de ver a seleção olímpica de futebol masculino da Espanha sendo apontada como uma das favoritas a conquistar a medalha de ouro nos Jogos de Londres.

O treinador defendeu que os resultados da equipe principal não devem servir como balizamento para o possível desempenho da seleção olímpica. A Espanha tem dominado o futebol nos últimos anos. A seleção venceu a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul, e também foi bicampeã da Eurocopa, com os títulos conquistados em 2008 e 2012. "A seleção é uma e a equipe olímpica é outra. Eu não gosto de falar de favoritos", disse.

A seleção espanhola vai estrear no torneio olímpico de futebol masculino na quinta-feira, quando vai enfrentar o Japão no Hampden Park, em Glasgow. "É um confronto difícil e temos que estar 100%. O Japão será um rival muito difícil", disse Milla. O atacante Iker tem uma lesão na perna direita e é dúvida para o jogo. "Temos que esperar e ver", disse o técnico da Espanha sobre o jogador do Athletic Bilbao, que realizará testes para definir sua participação no jogo contra a seleção japonesa.

Tudo o que sabemos sobre:
Futebol Olimpíadas 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.