Espanha: reforço de segurança na Eurocopa

Os atentados terroristas de ontem em Madrid poderão mudar o esquema de segurança estabelecido para a Eurocopa, de 12 de junho a 14 de julho em Portugal, segundo admitiu hoje o general Leonel de Carvalho, responsável pela segurança do torneio. O general português revelou que está "reavaliando as medidas de proteção em torno da seleção espanhola", que precisaria de cuidados especiais, mas admite fazer o mesmo com os demais países que desejarem reforço em sua segurança.

Agencia Estado,

12 de março de 2004 | 11h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.