Espanha vence Escócia fora de casa pelas Eliminatórias da Euro-2012

Vitória por 3 a 2 mantém atuais campeões do mundo na liderança do Grupo I da competição

AE, Agência Estado

12 de outubro de 2010 | 18h12

Scott Heppell/AP

David Villa comemora seu 44.º gol na seleção espanhola, igualando recorde de Raúl

GLASGOW - A seleção da Espanha levou um susto nesta terça-feira. Após abrir 2 a 0, no Estádio Hampden Park, em Glasgow, cedeu o empate à Escócia no segundo tempo e precisou do gol salvador de Llorente no final para confirmar o favoritismo e assegurar a liderança do Grupo I das Eliminatórias da Eurocopa 2012.

Veja também:

linkPortugal mantém recuperação e vence a Islândia

linkMontenegro empata com a Inglaterra e lidera grupo

linkHolanda goleia a Suécia em Amsterdã

linkFrança bate Luxemburgo por 2 a 0 e embala

linkAlemanha vence Casaquistão e segue 100%

linkJogo Itália x Sérvia é suspenso após confusão na torcida

Os espanhóis chegaram aos nove pontos na tabela e permaneceram na primeira colocação, à frente da República Checa, que venceu Liechtenstein por 2 a 0, fora de casa. Os checos têm seis pontos, enquanto os escoceses seguem com quatro, na terceira colocação.

Jogando fora de casa, a Espanha soube resistir à pressão do adversário e às vaias da torcida e dominou a partida desde o início. O gol, contudo, só saiu aos 44 minutos da primeira etapa. Em cobrança de pênalti, David Villa marcou seu 44.º gol com a camisa da Espanha e igualou o recorde de Raúl Gonzalez.

O segundo veio no início da segunda etapa. Aos 10 minutos, Iniesta aproveitou rebote dentro da área e mandou para as redes. O gol deu tranquilidade aos espanhóis, que pareciam satisfeitos com o resultado. No entanto, a Escócia acordou no jogo e arrancou o inesperado empate.

Aos 13, Naismith escorou cruzamento na área e marcou o primeiro dos donos da casa. Oito minutos depois, Fletcher avançou pela direita e cruzou forte na pequena área. Piqué tentou desviar e acabou finalizando contra o próprio gol: 2 a 2.

A vitória só foi garantida aos 34 minutos. Llorente, que acabara de entrar no lugar de David Silva, contou com falha da defesa para acertar de cabeça no fundo do gol. O atacante já havia marcado dois gols no triunfo por 3 a 1 sobre a Lituânia, na sexta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.