Espanhóis valorizam a importância do gol de Villa

A Espanha conseguiu a vitória que precisava sobre o Chile nesta sexta-feira para se garantir nas oitavas de final da Copa do Mundo. Mas a história do jogo contra os chilenos poderia ter sido outra se não fosse o gol de David Villa, que abriu o marcador em Pretória. Após o triunfo por 2 a 1, os jogadores valorizaram bastante o gol do artilheiro espanhol, que já marcou três na África do Sul.

AE, Agência Estado

25 de junho de 2010 | 21h28

"O gol do David foi muito importante porque saiu num momento ruim para a gente", disse o meia Iniesta, que atuou durante o jogo inteiro, se mostrando recuperado de lesão. "Depois do gol, nós nos sentimos mais confortáveis no campo", completou o jogador, já admitindo a dificuldade que espera a Espanha no confronto contra Portugal, pelas oitavas.

O próprio Villa também ressaltou a importância de seu gol, marcado aos 24 minutos de jogo. "Pensei em pará-la, mas chutei do jeito que veio e graças a Deus entrou", explicou o atacante, que se aproveitou de uma saída errada do goleiro Bravo para chutar ainda da intermediária. "Eles estavam jogando bem e não chegávamos", reconheceu Villa.

O lateral-esquerdo Capdevilla, por sua vez, lembrou a superação pela derrota na estreia, para a Suíça. "Superamos esse golpe e estamos mais unidos do que nunca, com a moral em alta", afirmou. "Em uma Copa não se pode cometer erros. Nós havíamos esgotado nosso crédito contra a Suíça", disse, lembrando o revés por 1 a 0.

"Cumprimos o objetivo depois do primeiro tropeço contra a Suíça", concordou o volante Xabi Alonso. "Tínhamos potencial para nos recuperar e felizmente ganhamos os dois jogos que nos faltavam, com a equipe mostrando que pode vencer jogos complicados", concluiu o espanhol.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolEspanhaDavid Villa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.