Reuters
Reuters

Especulado por Portugal, Marquinhos ainda quer seleção

Outro jogador brasileiro cotado para defender Portugal, o atacante Lima, artilheiro do Benfica

Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 12h25

PARIS - Depois de afirmar que poderia aceitar uma convocação para defender a seleção de Portugal, uma vez que tem dupla nacionalidade e atua no Paris Saint-Germain com passaporte português, o zagueiro Marquinhos afirmou nesta segunda-feira que ainda sonha com a convocação para defender o Brasil na Copa do Mundo. "É o meu sonho jogar o Mundial. Eu vou lutar, lutar em cada jogo, tentando atrair a atenção do chefe (Luiz Felipe Scolari) e colocar uma pulga atrás da orelha dele, como dizemos no Brasil", comentou Marquinhos, em entrevista publicada pelo jornal francês L''Equipe.

Há dez dias, em entrevista ao canal de televisão português SporTV, Marquinhos foi questionado se aceitaria uma convocação para defender Portugal. Respondeu: "Tenho nacionalidade portuguesa.Tudo tem de ser estudado, de ser analisado com o meu empresário e com a família. Se o convite vier, por que não? Vou ficar muito honrado e feliz", disse ele, em declaração reproduzida pelo jornal Record.

Outro jogador brasileiro cotado para defender Portugal, o atacante Lima, artilheiro do Benfica, não deverá jogar a Copa do Mundo pelo time europeu. Isso porque ele completa seis anos de residência no país em 2015 e só então será iniciado o processo para que tire o passaporte. A federação portuguesa já afirmou que não pretende apressar o processo.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolPortugalPSGMarquinhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.