Divulgação/Ponte Preta
Divulgação/Ponte Preta

Esperança paulista na Série B, Ponte Preta se prepara para 'jogo do ano'

Equipe de Campinas enfrenta o Coritiba nesta terça-feira

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2018 | 20h30

A Ponte Preta ainda não ficou nenhuma rodada no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, mas isso pode mudar a partir desta terça-feira à noite. Ponte Preta x Coritiba, no estádio Moisés Lucarelli, virou o "jogo do ano", como definiu o técnico Gilson Kleina, abre a penúltima rodada da temporada.

Antes da chegada de Kleina, o time campineiro tinha 1% de chance de conquistar o acesso e estava mais preocupada com o rebaixamento. Tudo mudou em pouco mais de um mês. A campanha de recuperação começou na vitória sobre o CRB, por 1 a 0, em Campinas. Depois disso, sob o comando do treinador, foram mais seis jogos, com cinco vitórias e apenas um empate, diante do campeão Fortaleza, fora de casa por 1 a 1.

O aproveitamento de 90,47% desde a mudança na comissão técnica colocou a Macaca na cola do G4, em quinto lugar, com 56 pontos. A vitória sobre o Coritiba deixaria o time alvinegro dormir na vice-liderança e se garantir entre os primeiros até a última rodada, quando faz o confronto direto contra o Avaí, em Florianópolis (SC). Isso porque, no próximo sábado, os catarinenses (4º, com 57) enfrentam o CSA (2º, com 58), em Maceió (AL).

Para não depender de outros resultados na última rodada, a Ponte espera contar casa cheia nesta terça. O jogo começa às 21h30. Os torcedores compraram a ideia dos jogadores e a movimentação nas bilheterias foi bastante intensa na véspera. A expectativa é que pelo menos dez mil pessoas compareçam ao estádio. Os ingressos promocionais, para torcedor com a camisa do clube, custam somente R$ 10.

Em relação ao time, Gilson Kleina não deu pistas. O treinamento desta segunda-feira foi fechado para a imprensa e o treinador ainda aguarda o departamento médico para definir a formação inicial. O volante Paulinho, o meia Matheus Vargas e o atacante Roberto são dúvidas. A boa notícia é o retorno do capitão e volante João Vitor, que cumpriu suspensão automática na vitória sobre o Juventude, por 1 a 0. Já o meia Tiago Real está de fora porque recebeu o terceiro amarelo.

"Vejo no semblante que estão mobilizados. O equilíbrio vai ser fundamental. É um jogo super importante para as pretensões da instituição, da comissão técnica, dos jogadores. É o jogo do ano. Quero ver o Coritiba antes de pensar no outro. Quando essa equipe sai mobilizada do vestiário é muito forte", afirmou o treinador alvinegro.

A provável Ponte para essa decisão é esta: Ivan; Ruan, Renan Fonseca, Reginaldo e Danilo´ Barcelos; João Vitor, Lucas Mineiro e Matheus Vargas (Murilo); Hyuri (Victor Rangel), André Luis e Júnior Santos.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.