Esperando eleição, Muricy já fala como técnico do Flamengo

'Quem não quer dirigir o Flamengo', afirma Muricy

Estadão Conteúdo

07 de dezembro de 2015 | 17h41

Os sócios do Flamengo votam até as 21h desta segunda-feira para apontar o presidente do clube pelos próximos três anos, mas Muricy Ramalho já fala como próximo técnico do clube. O treinador fechou com o atual presidente, Eduardo Bandeira de Mello, e será confirmado no cargo se o mandatário for reeleito, como as pesquisas indicam que acontecerá.

Após a entrega da Bola de Prata, tradicional prêmio da revista Placar/ESPN Brasil, Muricy falou com a imprensa e revelou os motivos que o fizeram aceitar a proposta do Flamengo. Sem clube desde abril, quando deixou o São Paulo, o treinador era desejado por diversas equipes e acabou acertando com o time de maior torcida do País.

"O meu pensamento é o mesmo da gestão, é o de melhorar, é o de unificar as categorias da base ao profissional. A distância para o time de cima não pode continuar como está. Tinha outros convites melhores financeiros, mas estou numa fase que quero desafios. As pessoas que estão lá me convenceram que era a melhor alternativa", disse o treinador.

Muricy saiu do São Paulo em abril, pela porta da frente, ainda que estivesse pressionado pelos maus resultados. Oficialmente, ele deixou o clube para tratar de uma diverticulite. O treinador foi especulado principalmente por Internacional e Atlético-MG, mas resolveu ir ao Rio pela segunda vez na carreira - comandou o Fluminense entre 2010 e 2011.

"O Flamengo é grande, quem não quer dirigir o Flamengo? Por isso que aceitei esse desafio. É um gigante do futebol mundial, tem uma gestão profissional, uma gestão muito séria. Um time forte em títulos e também na sua estrutura, que chamou a minha atenção", disse ele aos jornalistas.

"O Flamengo não atrasou salário nenhum dia esse ano. A parte administrativa está estruturada, a parte da dívida está estruturada. O clube está pronto para crescer. Me falaram que a estrutura do CT não é boa, mas nós vamos melhorar isso. Com certeza o Flamengo em pouco tempo será fortíssimo em termos de estrutura e títulos", apostou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMuricy RamalhoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.