Espinosa arma Fluminense ofensivo

Apesar de provavelmente não contar com o colombiano Asprilla, principal jogador da equipe nessa temporada, o Fluminense terá uma formação ofensiva contra o São Paulo, quarta-feira à noite, pela semifinal do Torneio Rio-São Paulo. O técnico Valdir Espinosa optou pelo esquema 3-5-2, com jogadores ofensivos no meio-de-campo. Alguns desfalques obrigaram o treinador a modificar a formação que vinha utilizando com mais freqüência.O time paulista venceu a primeira partida por 1 a 0 e tem a vantagem do empate.Com dores na coxa direita, Asprilla pediu para não jogar, alegando que não estava se sentindo "confortável". Por isso, Espinosa deve poupá-lo, para contar com ele na partida pela semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca, contra o Americano, no sábado.O atacante Alessandro deve substituir Asprilla, o que muda a característica da equipe. Mais rápido, o jogador atuará pelas pontas, o que deve provocar o recuo de Roni. Na frente, Alessandro jogará ao lado de Agnaldo, que se recuperou de contusão na coxa direita. "Ainda estou um pouco fraco, mas vou jogar", disse o atacante tricolor.Outra mudança ocorrerá no meio-de-campo. O lateral Paulo César, que vinha jogando no setor, está contundido, assim como o seu reserva Flávio. Assim, Espinosa passará a escalar três zagueiros, com a entrada de Agnaldo Liz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.