Facundo Arrizabalaga/EFE
Facundo Arrizabalaga/EFE

Essencial na campanha da Inglaterra na Copa, Maguire diz: 'Continuarei crescendo'

Zagueiro abriu o placar em vitória inglesa sobre a Suécia, nas quartas de final

Estadão Conteúdo

09 Julho 2018 | 17h34

Autor de um dos gols da vitória por 2 a 0 sobre a Suécia que colocou a Inglaterra na semifinal da Copa do Mundo da Rússia, o zagueiro Harry Maguire é um dos personagens importantes da equipe no torneio. As boas atuações na Rússia estão ajudando a tornar conhecido o jogador do Leicester City, time que foi campeão inglês na temporada de 2015/2016.

+ Inglaterra faz treino fechado e conta com retornos de Henderson e Vardy

+ Croácia tem desfalque na lateral e dúvida no gol para semifinal

A versatilidade, a solidez defensiva e a força no jogo aéreo fazem com que Harry Maguire seja peça fundamental na campanha da seleção inglesa, que voltou a figurar entre os quatro melhores em uma Copa do Mundo depois de 28 anos e busca uma vaga na final contra a Croácia, em duelo que será disputado nesta quarta-feira, às 15 horas (de Brasília), no estádio Luzhniki, em Moscou.

Harry Maguire é uma aposta do técnico Gareth Southgate, que convocou o jogador para integrar o elenco inglês no ano passado, quando ele ainda defendia o Hull City. Um ano antes, o jogador assistiu à Eurocopa como torcedor e jamais imaginaria que defenderia a seleção de seu país.

"Estou feliz", disse Harry Maguire ao site da Fifa. "Antes de mais nada, desde que Gareth me colocou no time titular neste ano para começar o primeiro jogo (na Copa), isso me deu muita confiança para fazer o que sou bom. Obviamente, depois do primeiro jogo, quando os nervos estavam à flor da pele e a pressão muito alta, tudo ficou mais fácil", adicionou o defensor do Leicester City, que atuou em todas as partidas do time no último Campeonato Inglês.

"Sinto que me adaptei ao torneio. Vou continuar crescendo e crescendo, estou muito feliz com minhas contribuições até agora, e espero que elas continuem", continuou Harry Maguire. Uma de suas contribuições foi o cabeceio certeiro que abriu o caminho para a vitória sobre os suecos. O lance dificilmente sairá da memória do zagueiro de 25 anos.

 

"Foi um momento inacreditável, um momento realmente de muito orgulho para mim. Meu primeiro gol na Inglaterra e não poderia ter sido em melhor hora", comemorou. "Tivemos um início ruim no jogo mesmo, um começo nervoso talvez, e o gol realmente nos acalmou e então merecemos a vitória".

Fora de campo, a expressão séria e as chegadas fortes dão lugar ao bom humor e às brincadeiras. Depois da vitória sobre os suecos, Harry Maguire publicou uma foto em suas redes sociais em que aparece olhando para sua esposa, que estava na arquibancada, e colocou na legenda: "Pode pedir aos vizinhos que coloquem o lixo na rua na segunda? Ainda não vamos para casa".

Além disso, quando se apresentou à seleção para embarcar para a Rússia, o zagueiro levou boa parte de sua bagagem em sacos de lixo. Nas entrevistas, ele é modesto e sempre exalta a união do grupo e o jogo coletivo como pontos fortes da equipe inglesa nesta Copa. "Como um grupo, estamos juntos e o clima é realmente bom. Desde a nossa primeira concentração, Gareth reiterou o quanto é importante que, como grupo, nos unamos. Eu acho que no momento estamos fazendo isso muito bem. Estamos muito felizes e estamos levando união para dentro do campo".

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.