Está chegando a hora da Copa São Paulo

Mais uma vez a Federação Paulista de Futebol aposta alto na realização da Copa São Paulo de Juniores, competição que revela talentos para o futebol brasileiro a cada edição, desde os anos 70. Entre 4 e 25 de janeiro, 80 equipes participarão da 35ª "Copinha" e a decisão, como sempre, será realizada no Pacaembu - no dia em que São Paulo completará 450 anos.Além do inchaço no número de participantes, a fórmula de disputa também não vai ajudar muito. Somente depois de uma série de "mata-matas", e equipes ganhando vaga por melhor índice técnico, é que será conhecido o campeão.A Copa São Paulo sempre foi uma excelente oportunidade para os garotos mostrarem o seu valor. Também funciona para empresários e proprietários de times aparecerem e colocarem à prova suas influências e força política. Foi assim com o desconhecido Roma Barueri, que surpreendeu o São Paulo e ficou com o título de 2001, após vencer na decisão por pênaltis. Bastou essa conquista para o Roma trocar Barueri pelo interior do Paraná e nunca mais participar da Copinha.Ao contrário de anos anteriores, a edição 2004 pode servir não só para revelar jogadores como uma oportunidade para muitos se firmarem, depois de já terem dado as caras durante o Campeonato Brasileiro. Pelo menos vai funcionar assim para Corinthians e Portuguesa, que já anunciaram que alguns atletas que participaram das Séries A e B do Campeonato Brasileiro estarão nos times juniores - para dar experiência ao restante da molecada.Além desses, os outros grande clubes paulistas também aparecem como favoritos ao título. Porém, a competição sempre reserva algumas surpresas ao longo do caminho. Se 2001 foi o ano do Roma Barueri, 2003 foi a vez do Santo André atrapalhar a vida do Palmeiras. Correndo por fora estarão os clubes do interior paulista, cariocas e mineiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.