Natacha Pisarenko/AP
Natacha Pisarenko/AP

Esta vitória é histórica, afirma Martín Silva, herói do Defensor

'Os jogadores do Boca estavam nervosos no final e nós soubemos aproveitar isso muito bem', diz o goleiro

EFE

22 de maio de 2009 | 09h55

O goleiro Martín Silva, grande destaque do Defensor Sporting na classificação sobre o Boca Juniors nas oitavas de final da Copa Libertadores, disse que a vitória por 1 a 0 em Buenos Aires é histórica para o clube uruguaio.

Veja também:

link Zebra: Defensor elimina Boca Juniors em pleno La Bombonera

especialVisite o canal especial da Libertadores

lista Libertadores - Calendário/Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Para nós é histórico vencer em Buenos Aires, na Bombonera. Conseguimos isso porque ficamos concentrados e fomos inteligentes durante 90 minutos da partida", afirmou.

O goleiro, que fez defesas importantes no jogo, disse ainda que a classificação às quartas de final foi merecida. "Não há dúvidas de que merecemos essa classificação. Estamos muito orgulhosos e dedicamos este triunfo a todos os uruguaios", comentou.

Martín Silva afirmou ainda que o Defensor Sporting "foi uma equipe equilibrada, que jogou sempre buscando a vitória e soube como agir durante as situações diferentes da partida", além de saber aproveitar o nervosismo dos argentinos.

"Os jogadores do Boca estavam nervosos no final e nós soubemos aproveitar isso muito bem", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresDefensor

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.