Divulgação
Divulgação

Estádio da Copa, Arena Pantanal não pode mais receber torcida

Proibição se dá por falta de laudo de higiene

Estadão Conteúdo

16 de abril de 2016 | 13h27

Construída para a Copa do Mundo de 2014, a Arena Pantanal sempre teve que viver sob o risco de se tornar um "elefante branco", uma vez que os clubes do Mato Grosso não costumam levar grandes públicos às suas partidas. Na tentativa de reverter esse cenário, três jogos da Copa do Brasil foram marcados para o estádio, só que todos serão realizados com portões fechados. O motivo: falta de laudo de higiene.

De acordo com ofício da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), até a sexta-feira não foi apresentado o "Laudo de Condições Sanitárias e de Higiene" da Arena Pantanal, o que impede a realização de partidas com a presença de torcida no local em jogos oficiais.

O primeiro dos três jogos marcados para a Arena Pantanal pela Copa do Brasil é Dom Bosco x Nacional-AM, na próxima quarta-feira. Depois, na quinta, o Operário recebe o Avaí. Na semana seguinte, quarta-feira, dia 27, o Cuiabá joga diante do Juazeirense, da Bahia.

Pela Copa Verde, o Cuiabá realizou dois jogos no estádio. O clássico contra o Comercial-MS reuniu 655 pagantes, numa renda bruta de menos de R$ 10 mil. Depois, pela segunda fase, o jogo contra o Aparecidense-GO atraiu um público de 343 pagantes. A renda não chegou a R$ 5 mil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.