Estádio do Shakhtar Donetsk é alvo de bomba na Ucrânia

Região de estádio do clube sofre com as consequências da guerra civil entre Rússia e Ucrânia; construção sofreu sérios danos

O Estado de S. Paulo

23 de agosto de 2014 | 09h36

A Donbass Arena, estádio do Shakhtar Donetsk, sofreu um ataque por bomba na manhã deste sábado. A região do estádio do clube ucraniano sofre com as consequências da guerra civil entre Rússia e Ucrânia e foi protagonista de mais um capítulo do conflito dos países, sofrendo sérios danos.

O ataque não deixou nenhum ferido. A fachada noroeste do estádio e algumas instalações internas foram danificadas, mas ninguém saiu ferido. O Shakhtar, que conta com cinco brasileiros no elenco - Alex Teixeira, Dentinho, Douglas Costa, Fred, Ismaily e Bernard, foi manchete nos últimos dias dos principais jornais do país. Por medo dos confrontos, os jogadores se recusavam a retornar ao país, que passa por uma crise.

Desde o início dos conflitos, a região de Donetsk é um dos principais alvos dos separatistas pró-Rússia. Com os riscos, o clube decidiu se mudar para Kiev. Na última semana, correu o boato que o estádio havia sido bombardeado, fato negado pelo clube por meio de seu site oficial. 

Tudo o que sabemos sobre:
futinterShakhtar DonetskDonbass Arena

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.