Nilton Fukuda/ Estadão
Tour na Arena Corinthians já recebeu 136 mil visitantes desde maio de 2017 Nilton Fukuda/ Estadão

Estádios viram pontos turísticos para torcedores na cidade de São Paulo

Tours durante o período de férias movimentam os clubes e ajudam a aumentar o faturamento

Andreza Galdeano, O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2020 | 08h00

Uma nova opção turística vem crescendo na cidade de São Paulo: as visitas guiadas aos estádios. São passeios em que o torcedor, ou fã do futebol, tem a oportunidade de conhecer detalhes da história do clube, além de espaços aos quais não teria acesso no dia de um jogo, como os vestiários e o gramado. Para as agremiações, os tours pelas arenas ajudam a aumentar o faturamento.

Em Itaquera, a Arena Corinthians abriu espaço para visitação de torcedores em maio de 2017. Desde então, o local recebeu 136 mil visitantes. A média mensal é de 4.200 pessoas. Já a expectativa para o mês de janeiro, por exemplo, é de receber mais de cinco mil torcedores.

Guiados por anfitriões treinados pelo próprio clube, os torcedores aproveitam o passeio para descobrir algumas curiosidades do estádio e visitar os lugares mais cobiçados e que geralmente são proibidos para torcedores. O passeio começa exibindo a parte externa do local, passa pelo átrio e depois os fãs conhecem o espaço "business lounge", vão até o camarote, sala de imprensa e auditório.

A parte mais esperada pelos corintianos está no final do tour, que chega a durar um pouco mais de uma hora. Eles repetem o caminho dos jogadores do elenco passando pela sala de aquecimento até o vestiário da equipe. Por lá, as camisas dos jogadores ficam penduradas assim como nos dias das partidas, e as fotos são liberadas.

Outro espaço que chama a atenção de quem faz a visita é a zona mista de entrevistas e o campo. O tour termina com os torcedores conhecendo o gramado do estádio e visitando a loja oficial do clube localizada dentro da própria arena.

Maiara Carvalho, de Itapejara, município do estado do Paraná, viajou oito horas para conhecer a Arena Corinthians. "Esse era o sonho do meu pai e eu também queria trazer o meu filho para conhecer a nossa casa", disse a topógrafa de 27 anos. A torcedora levou o seu filho, Lorenzo, de quatro anos, para visitar o local. Segundo ela, além de ver o estádio do seu time pela primeira vez, é emocionante poder pisar no gramado. "Agora vou voltar para acompanhar um jogo", afirmou.

O tour da Arena Corinthians já recebeu visitantes de 44 países. Argentina, França, Estados Unidos, Nicarágua, Guiné-Bissau, Marrocos, Taiwan, Finlândia e Austrália são alguns dos locais que estão na lista. Além disso, o clube afirma que 20% das pessoas moram fora do Estado de São Paulo. O maior público vem do Paraná (43,2%), seguido por Minas Gerais (22,1%) e Mato Grosso (15,8%).

O espaço aberto ao público será ampliado em fevereiro. "Vamos lançar um tour mais longo e técnico. Esse vai falar sobre as curiosidades técnicas do estádio, sobre a sua estrutura. Os anfitriões terão um novo treinamento e engenheiros e arquitetos vão auxiliar com as informações", revela Gabriel Dolce, gerente do Tour Casa do Povo. Ele ainda conta que o Corinthians estuda usar um carrinho para levar os torcedores até o lado leste do estádio. Atualmente a visita acontece apenas no setor oeste do local.

ALLIANZ PARQUE

Outro estádio da cidade de São Paulo que disponibiliza a experiência de um tour é o Allianz Parque. Desde a sua inauguração, em novembro de 2014, a casa do Palmeiras também é conhecida como um espaço de lazer e entretenimento além do futebol. O local chegou a ser reconhecido como a Arena que mais recebeu eventos no mundo entre 2017 e 2018.

Assim como no estádio do Corinthians, os fãs podem visitar o gramado, vestiário, sala de imprensa, camarotes e arquibancadas. Além do passeio tradicional, existe a modalidade "tour express". Nesta opção os anfitriões contam a história do local em cerca de trinta minutos. Os fãs podem conhecer as arquibancadas do setor Gol Sul e registrar fotos na beira do campo.

A experiência de conhecer o estádio faz sucesso entre os palmeirenses. Nas redes sociais, eles compartilham imagens usando a hashtag #AllianzParqueExperience. "Acabei de ficar sabendo que me escalaram para o jogo de domingo", brinca o empresário Guilherme Ramos ao exibir uma foto onde ele aparece no banco de reservas.

Já o torcedor Vanderson de Souza, 26 anos, avalia o tour como "uma experiência única". "Pude conhecer toda a estrutura do estádio, desde ver vídeos para saber como era a estrutura antiga até os detalhes da nova Arena. O passeio é guiado, então ajuda quem não conhece muito sobre a história do clube. Fui no vestiário, aquecimento, sala de imprensa, gramado e arquibancadas. De uma modo geral, foi uma experiência ótima. Recomendo e espero voltar mais vezes", conta.

Durante as férias, o clube registra um crescimento de aproximadamente 20% no número de visitantes. "Já recebemos cerca de 300 mil pessoas desde a abertura do nosso tour (março de 2015). O mais interessante é que cerca de 120 mil visitantes não torciam para o Palmeiras. Essas pessoas, apaixonadas por futebol, vieram para conhecer a estrutura de uma das arenas mais modernas do mundo", informa o clube por meio de sua assessoria. "Estamos sempre atentos ao mercado, analisando outras arenas pelo mundo, especialmente nos Estados Unidos, para trazer novas atrações para o nosso tour".

Atualmente, 70% dos visitantes não residem na capital paulista. A expectativa do Palmeiras é de registrar um crescimento de 10% na receita bruta em comparação com 2019. Entre as novidades programadas está o investimento em atrações radicais. "Fomos a primeira arena do Brasil a criar uma descida de rapel e, agora, inovamos mais uma vez com a tirolesa. Nossa principal missão para este ano é fortalecer, cada vez mais, o nosso tour tradicional, proporcionando novas experiências para os nossos visitantes. Nossa ideia é investir na interatividade", diz o clube.

MORUMBI

Localizado na zona sul de São Paulo, o estádio do Morumbi aparece como uma das opções quando o assunto é conhecer um estádio de futebol. O modelo do tour é semelhante aos outros times da capital. O diferencial fica por conta de um Memorial, onde a torcida são-paulina pode relembrar os momentos gloriosos do clube.

Além de fazer uma "viagem ao passado" vendo os troféus conquistados pelo São Paulo, craques que vestiram a camisa do time e até modelos dos antigos uniformes, o torcedor também passa pelo salão nobre, arquibancada, aérea de embarque e desembarque das delegações, zona mista, sala de imprensa, vestiário, túnel e campo. 

Desde 2010, quando o tour foi inaugurado, a média de visitantes é de 1.250 por mês. De acordo com a Passaporte FC!, agência de turismo do São Paulo, o clube arrecada cerca de R$ 20 mil mensais com os passeios. Entre as novidades estão previstas reformas no estádio, alteração no roteiro, tour com interprete em libras e ídolos convidados para acompanhar as ações ao lado dos torcedores.

"Ter a oportunidade de ver os bastidores do time e imaginar as coisas que acontecem por lá é uma experiência incrível", conta o professor de Educação Física Luiz Augusto. O torcedor levou a esposa e sua filha, Maria Eduarda, de 10 anos, para fazer um passeio em família no Morumbi.

"Fizemos o tour em família e foi muito agradável. Ver, rever e mostrar a minha pequena a história e conquistas do nosso time. Além dos são-paulinos, acredito também que fanáticos por futebol irão gostar do passeio", conta o torcedor. "O que eu mais gostei foi de subir o túnel do vestiário e ficar imaginando como é entrar em campo com o estádio lotado. Minha filha adorou chutar bola no vestiário e ver o campo bem de perto", complementa.

No mês de janeiro foi lançado o "tour com Lugano". O evento acontece no próximo dia 25, às 20h. O pacote inclui as mesmas atrações da opção tradicional, mas é guiado pelo ex-jogador uruguaio. O valor varia entre R$ 198 e R$ 188. A expectativa do clube é dobrar o número de visitantes no período de férias.

PACAEMBU

Férias no Museu. Um dos programas que costumam entrar no roteiro de quem visita a cidade de São Paulo é o Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, conhecido como Pacaembu. No local está localizado o Museu do Futebol, espaço que foi inaugurado em setembro de 2008 e é considerado um dos mais visitados do Brasil.

Passando por três andares, os visitantes encontram 15 salas temáticas. Cada um delas conta com acervos de conteúdos relacionados ao esporte. Por lá também são desenvolvidos projetos temporários e itinerantes. Durante o mês de janeiro está vigente a programação de férias. O roteiro inclui atividades como futmesa, futesinuca, futebol de botão, esportes olímpicos e paralímpicos na área externa do estádio. Essas atrações acontecem de terça a domingo das 10h às 17h e são gratuitas.

Entre as novas programações está o "Chuteira para todos". O projeto tem como objetivo ajudar 15 times de várzea das periferias de São Paulo, Rio de Janeiro e das regiões do Xingu e do Tapajós. Quem fizer a doação de uma chuteira ganha um ingresso para conhecer o Museu do Futebol. A ação vai até o próximo dia 26.

A programação de férias também inclui uma sessão de autógrafos com o goleiro Cássio, do Corinthians. Ele estará no Museu no próximo dia 27 para promover o livro "Cássio. A trajetória do maior goleiro do Corinthians". A entrada será aceita mediante a apresentação do livro.

Visitas educativas ao estádio estão entre as opções de entretenimento. Guiados por monitores, os visitantes caminham pelo Pacaembu e conhecem a história do local. Quem optar por esse passeio garante a entrada no Museu. Essa opção está disponível aos finais de semana entre 10h e 11h30.

SERVIÇO:

  • Local: Arena Corinthians - Avenida Miguel Ignacio Curi, 111 - Itaquera - São Paulo.
  • Site: https://tour.arenacorinthians.com.br/
  • Telefone: (11) 3152-4077
  • Datas e horários: Quarta a domingo das 09h30 às 16h30.
  • Duração média do tour: 1h20min
  • Ingressos: as entradas custam R$ 45 durante a semana e R$ 65 aos finais de semana, com desconto de 20% para membros do Programa Fiel Torcedor. Estudantes, idosos e crianças de 4 a 12 anos tem direito à meia-entrada; menores de três anos não pagam.
  • Promoções: morador da zona leste e aniversariante do dia acompanhado de um pagante tem 50% de desconto.

SERVIÇO:

  • Local: Allianz Parque - Rua Palestra Itália, 200 - Portão A - Perdizes - São Paulo.
  • Site: http://www.allianzparqueexperience.com.br/
  • Datas e horários: Segunda a domingo das 10h às 17h.
  • Duração média do tour: 1h15min
  • Ingressos: as entradas custam entre R$ 30,00 e R$ 70,00. Estudantes, idosos, portadores de necessidades especiais e crianças de 2 a 12 anos tem direito à meia-entrada. Menores de dois anos não pagam. Sócio Avanti e clientes Allianz Seguros tem 10% de desconto. Proprietário do Passaporte Allianz garante 25% de desconto.

SERVIÇO:

  • Local: Estádio do Morumbi - Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 - Morumbi - São Paulo
  • Site: http://www.passaportefc.com/eventos/morumbi-tour.html
  • Telefone:(11) 3739-5222
  • Datas e horários: Segunda a domingo das 10h às 16h.
  • Duração média do tour: 1h15min
  • Ingressos: as entradas custam R$ 50 adulto e R$ 40 sócios torcedores ativos. Estudantes, idosos e crianças de 6 a 12 anos tem direito à meia-entrada. Menores de cinco anos não pagam.

SERVIÇO:

  • Local: Museu do Futebol - Estádio do Pacaembu - Praça Charles Miler, s/n - Pacaembu - São Paulo.
  • Site: https://www.museudofutebol.org.br/
  • Telefone:(11) 3664-3848
  • Datas e horários: Terça a domingo das 9h às 17h.
  • Ingressos: as entradas custam R$ 20. Estudantes e idosos tem direito à meia-entrada. Crianças até 6 anos, professores, pessoa com deficiência, taxistas e funcionários da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo não pagam. Entrada gratuita para todos às terças-feiras. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Futebol nunca será só um jogo

Não à toa, em várias partes do mundo os estádios são importantes para atrair turistas

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

11 de janeiro de 2020 | 08h00

Em praticamente todas as viagens que faço a lazer, tento incluir no meu roteiro visitas a estádios de futebol. É um hobby. Ou melhor, uma paixão. Não é exagero dizer que também é cultura. Considero a visitação a estádios (antigos ou modernos) mais do que um passeio pela história dos clubes. Entre documentos, fotos, uniformes, vídeos e, lógico, taças, estão o presente, o passado e o futuro dos clubes e, consequentemente, da sociedade local. Não podemos pensar o país sem pensar o futebol. Esporte também é sinônimo de turismo. Não à toa, em várias partes do mundo os estádios são importantes para atrair turistas.

Na minha lista de favoritos estão os badalados Camp Nou (Barcelona), Santiago Bernabéu (Madri), Emirates Stadium (Arsenal) e Allianz Arena (Bayern de Munique). Também gostei muito de dois estádios velhos – desculpem, mas não encontrei outro adjetivo mais adequado –, porém históricos e simpáticos aqui na América do Sul: Centenário (Montevidéu) e La Bombonera (Boca Juniors).

Para quem for a Munique, por exemplo, vale a pena dedicar algumas horas do dia à Allianz Arena. Lá está o museu do Bayern de Munique chamado de Erlebniswelt ("mundo de experiência"’ em tradução literal), que conta a história do clube alemão desde a sua fundação, em 1900. Uma nova ala do museu narra o título da Copa do Mundo de 2014 a partir de sete jogadores do Bayern que participaram da conquista da Alemanha. Felizmente não há referências à atuação desses atletas na goleada por 7 a 1 sobre o Brasil. O espaço reúne mais de 2.600 peças e recebe anualmente cerca de 300 mil visitantes que garantem ao Bayern mais de 3,6 milhões de euros por temporada.

Outra dica é o Camp Nou Experience. Dependendo da época do ano, as filas são extensas, mas a espera compensa. É possível conhecer vestiários, tribuna de imprensa, camarotes e sala de troféus do Barcelona. Ali também há destaque para os feitos de craques brasileiros que vestiram a camisa do time catalão, como Romário, Ronaldo Fenômeno, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho, entre outros. Mas é o não tão craque Belletti quem chama mais atenção. As chuteiras usadas pelo autor do gol da vitória por 2 a 1 sobre o Arsenal na final da Liga dos Campeões de 2006 estão lá, inclusive com tufos de grama do Stade de France na sola.

Em Londres, se você der sorte como eu, a visita ao belíssimo Emirates Stadium é guiada por um ex-jogador do Arsenal. Ou seja, mais do que detalhes técnicos do estádio inaugurado em 2006 é possível ouvir história saborosas e voltar ao passado.

Aqui na América do Sul, o estádio mais emblemático é o Centenário de Montevidéu. Palco da primeira Copa do Mundo, em 1930, tem uma seção especial dedicada ao Maracanazzo. Os campeões mundiais de 1950 no Rio são tratados como verdadeiros heróis nacionais. Dolorido para o brasileiros, mas justo para os uruguaios. Afinal, futebol nunca será só um jogo.

SERVIÇO

Local: Camp Nou - C. d'Arístides Maillol, 12, 08028  - Barcelona - Espanha.

Site: https://www.fcbarcelona.com/en/tickets/camp-nou-experience

Datas e horários: Segunda a sábado das 09h30 às 19h30. Os horários podem variar aos domingo e feriados.

Duração média do tour: 1h30min

Ingressos: as entradas variam de 35 euros (R$ 159) a 149 euros (R$ 677).

SERVIÇO

Local: Estádio Santiago Bernabéu - Av. de Concha Espina, 1, 28036 - Madrid - Espanha.

Site: https://www.realmadrid.com/pt/bilhetes/tour-bernabeu

Datas e horários: Segunda a sábado das 09h30 às 19h00. Domingos e feriados das 10h00 às 18h30.

Ingressos: as entradas variam de 25 euros (R$ 113) a 31 euros (R$ 140).

SERVIÇO

SERVIÇO

  • Local: Estádio Giuseppe Meazza - San Siro - Piazzale Angelo Moratti, 20151 - Milão - Itália.
  • Site: https://www.sansirostadium.com/en/museum-tour/tour
  • Datas e horários: todos os dias das 09h30 às 18h. Durante o inverno o local fecha às 17h.
  • Ingressos: as entradas variam de 12 euros (R$ 54) a 18 euros (R$ 81). Crianças menores de seis anos não pagam.

SERVIÇO

  • Local: La Bombonera - Brandsen 805, C1161 CABA - Argentina.
  • Site: http://www.museoboquense.com/
  • Datas e horários: Segunda a sábado das 09h30 às 19h30. Os horários podem variar aos domingo e feriados.
  • Duração média do tour: 1h30min
  • Ingressos: as entradas variam de R$ 24 a R$ 48.

SERVIÇO

  • Local: Vélodrome - 3 Boulevard Michelet, 13008 - Marseille - França.
  • Site: https://www.orangevelodrome.com/en/visits/
  • Datas e horários: Quarta, sexta, sábado e domingo das 10h às 18h.
  • Ingressos: as entradas custam 18 euros (R$ 82). Crianças de 6 a 12 anos e pessoas com deficiência pagam 12 euros (R$ 54).

SERVIÇO

  • Local: Estádio Emirates - Hornsey Rd - Londres - Inglaterra.
  • Site: https://www.arsenal.com/the-club/emirates-stadium
  • Datas e horários: Segunda a sexta das 10h às 17h. Sábado das 09h30 às 18h e domingo das 10h às 16h.
  • Ingressos: as entradas variam entre 25 euros (R$ 113) e 295 euros (R$ 1.341)  

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.