Estado de emergência na Tunísia antecipa final de torneio interclubes na África

Não é só o futebol europeu que está sendo afetado por conta de recentes atentados reivindicados pelo Estado Islâmico. Também na África as mudanças estão sendo sentidas. Nesta quinta-feira, a final da Copa das Confederações, segundo principal torneio interclubes do continente, foi antecipada por conta do estado de emergência vigente em toda a Tunísia.

Estadão Conteúdo

26 Novembro 2015 | 13h06

Na terça, um atentado contra o ônibus da guarda presidencial, no centro de Túnis, capital do país, deixou 13 mortos. O governo logo declarou estado de emergência em toda a Tunísia e instaurou toque de recolher em boa parte do país, incluindo a capital Túnis e a cidade de Sousse, a 150km de lá, onde será disputado o confronto. Em junho, 38 pessoas morreram em Sousse após um ataque a um hotel de luxo.

Por conta do toque de recolher, não haveria como disputar a partida às 19h30 de domingo, como estava planejado. A final entre Etoile, time da casa, e o Orlando Pirates, da África do Sul, acabou antecipada para as 15h00 locais. No jogo de ida, houve empate por 1 a 1.

Mais conteúdo sobre:
futebol Tunísia atentados terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.