Daniel Teixeira/Estadão
Daniel Teixeira/Estadão

'Estado' faz cobertura de fôlego até final do Mundial da Rússia

Repórteres na Rússia e na redação em São Paulo vão fazer a cobertura completa do torneio, que começa na próxima quinta-feira

Robson Morelli, O Estado de S.Paulo

10 Junho 2018 | 07h00

A cobertura da Copa do Mundo da Rússia no Estado vem sendo organizada há pelo menos doze meses, com o envolvimento de todos os jornalistas da editoria de Esportes e profissionais experientes de diversas áreas da redação. Nosso desafio é apresentar ao leitor, de todas as idades, o que de mais relevante acontecer na competição que começa dia 14 e termina em 15 de julho. Vamos contar a história dos jogos, com fotos extraordinárias, passando pelos dramas de seus personagens, alegria e tristeza, assim como a festa capaz de unir povos nas ruas russas. Nossos time de dez colunistas e 37 convidados, entre eles Abilio Diniz, William Waack e Leandro Karnal, darão o tom do desempenho dos times e do torneio na Rússia.

 

A equipe de enviados especiais ao país dos czares não vai se descuidar dos possíveis momentos tensos do torneio, como a presença dos hooligans em jogos de rivais europeus.

O Estado fará, acima de tudo, uma cobertura online, em tempo real nas suas mais variadas plataformas de entrega de conteúdo, desde as reportagens publicadas no site, como as divulgadas nas redes sociais, os Drops descontraídos e os registros diários no Instagram, Facebook e Twitter. Vamos usar os mais diferentes canais de comunicação para levar até você as informações de uma Copa em que a seleção estará o tempo todo na mira. E já está muito antes de o time de Tite desembarcar em Sochi. O Estado começou a cobertura na chegada do grupo à Granja Comary, em Teresópolis, passando por Londres, Liverpool e Viena.

Tudo foi planejado para oferecer ao leitor, da edição impresso e da digital, uma cobertura, intensa e de qualidade. Teremos profissionais 24 horas ligados em tempo real nas coisas da Copa, em três turnos ininterruptos de trabalho. As seis horas de diferença para frente em relação ao horário de Brasília e os nove fusos da Rússia não serão empecilhos para a nossa cobertura. Quando o Brasil estiver começando a treinar em Sochi, por volta das 10h da manhã, por exemplo, no Brasil ainda serão 4h da madrugada. Estaremos lá e aqui divulgando informações.

O Estado vai apresentar números, estatísticas e infográficos. Já temos no portal uma home dedicada à Copa (esportes.estadao.com.br/futebol/copa-do-mundo/2018). Teremos podcast, galerias, fotos, programas especiais na Rádio Eldorado (107,3 FM), com a participação de nossos enviados à Rússia.

Estaremos nos calcanhares da Fifa, das principais seleções da Copa e da torcida brasileira.

Você vai poder se ver também aqui no Estado mandando sua foto festejando as partidas em algum lugar do planeta.

Falaremos com a garotada por meio do site Esporte Fera (esportefera.com.br), com matérias mais leves, das redes sociais e da notícia que quase não se vê por aí. Estaremos ligados nas redes dos atletas do Brasil. E de craques do Mundial, como Lionel Messi e Cristiano Ronaldo.

O Estado se propõe a contar tudo a seus leitores nesses próximos 36 dias de cobertura, até 15 de julho, data da final – e tomara com a seleção em campo. Não perca os jogos em tempo real, sempre com comentários de nosso time de especialistas. Acompanharemos as 64 partidas da Copa. Faremos ainda live no Facebook direto dos locais de jogos, das Fan Fest e ruas de Moscou. Discutiremos no Estadão Esporte Clube todos os detalhes dos jogos e de seus astros.

Mas é no jornal que teremos nosso maior desafio: contar histórias inéditas, com boas fotos e gráficos, ainda relevantes no dia seguinte. Teremos uma edição digital extra diária aos assinantes. Nossos colunistas darão o tom da cobertura. Teremos Antero Greco, Mauro Cezar, Verissimo, Milton Leite, Maurício Noriega, Maitê Proença, Ugo Giorgetti, Robson Morelli e os lendários Cesar Luis Menotti, técnico campeão com a Argentina em 1978, e o alemão Lothar Mathäus, que disputou cinco Copas do Mundo e foi campeão em 90.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.