Arte/Estadão
Arte/Estadão

Estado transmite, em vídeo, jogo da Juventus e do PSG neste final de semana

As duas equipes podem ser campeãs nacionais caso empatem suas partidas

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2019 | 21h03

A Juventus e o Paris Saint-Germain podem garantir o título do Campeonato Italiano e Francês, respectivamente, neste final de semana. O Estado, em parceria com a DAZN, transmite via streaming os jogos ao vivo através de seu portal.

Para conquistar o título, os dois gigantes europeus precisam apenas empatar seus jogos. No sábado, a equipe de Turim visita o SPAL, time que luta contra o rebaixamento, às 10h (horário de Brasília). Já o PSG enfrenta o vice-líder Lille, no domingo, às 16h (horário de Brasília). 

Embora haja grandes chances de a partida deste sábado ser o jogo do título, a tendência é que o astro Cristiano Ronaldo seja poupado e fique no banco de reservas para evitar desgaste, já que ele acaba de voltar de lesão e na semana que vem a Juventus enfrentará novamente o Ajax, pela Liga dos Campeões.

A equipe de Turim lidera o Italiano com 84 pontos. O Napoli aparece bem abaixo com 64, restando sete rodadas para o término da competição ou 21 pontos em disputa (contando a rodada desde final de semana). Se a Juve empatar, chegará aos 85, mesma pontuação que o Napoli também pode chegar, mas o time de Napóles perderia a disputa pelo número de vitórias. A Juventus já tem 27 e o Napoli soma 19 e só poderia chegar a 26. 

Na França, o PSG lidera com 81 pontos e o Lille é o segundo com 61, faltando sete rodadas (21 pontos) - o PSG ainda tem um jogo a mais para disputar. O Lille pode chegar aos 82 pontos, mas teria de derrotar todos seus rivais - inclusive a equipe de Neymar - e torcer para o rival não somar mais pontos. 

Caso o time parisiense some um ponto, chega aos mesmos 82 e leva vantagem no número de vitórias, pois tem 26 e o Lille poderia alcançar 25. Neymar, se recuperando de lesão, continua fora da equipe, mas está de volta aos treinamentos com bola e deve retornar aos gramados em breve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.