EFE
EFE

'Estamos até a morte com Martino', diz Iniesta no Barça

Após derrota surpreendente, meia da equipe catalã sai em defesa do técnico argentino

AE, Agência Estado

25 de fevereiro de 2014 | 15h17

BARCELONA - O meia Andreas Iniesta saiu em defesa do técnico Gerardo Martino, nesta terça-feira, ao dizer que os jogadores do Barcelona precisam assumir a sua parcela de responsabilidade pela surpreendente derrota para a Real Sociedad, por 3 a 1, no último sábado, fora de casa, pelo Campeonato Espanhol. Ao falar sobre o assunto, o atleta também assegurou que os jogadores do time catalão "estão até a morte" com o treinador, que voltou a ser alvo de questionamentos após ser expulso de campo pelo árbitro por insultar o assistente-técnico do time adversário.

"O técnico confiou em um time para ganhar e sempre quer o melhor para seu time e, portanto, não há nenhuma dúvida dos jogadores sobre nosso treinador. Pelo contrário, estamos até a morte com ele", disse o meio-campista, durante um evento promocional nesta terça. Em seguida, ele admitiu que a derrota de sábado foi "dura", mas lembrou que a mesma foi de "responsabilidade conjunta de jogadores e técnico". O revés amargado em San Sebastián deixou o Barcelona na vice-liderança do Campeonato Espanhol, com 60 pontos, agora três atrás do líder Real Madrid, fato que fez Iniesta admitir que "a partir de agora todos os jogos são praticamente finais" para o time catalão.

No próximo domingo, o Barça enfrentará o Almería, em casa, no mesmo dia em que o Atlético Madrid, também com 60 pontos, travará clássico com o líder Real. Ao comentar o confronto, Iniesta evitou dizer que torcerá por uma vitória da equipe do atacante brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa, o que poderá um novo tríplice empate na ponta da tabela. "Nada serve dizer que ganhe o (Real) Madrid ou o Atlético se nós não cumprirmos o nosso trabalho", ressaltou, lembrando que a sua equipe precisa se concentrar apenas em vencer o jogo no Camp Nou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.