Lucas Merçon/Fluminense FC
Lucas Merçon/Fluminense FC

Estável, Fluminense recebe Defensor pela Sul-Americana com Pedro 'sob observação'

Jovem atacante será visto pelos auxiliares de Tite, que visam ajudar treinador na próxima convocação

Estadão Conteúdo

02 Agosto 2018 | 07h12

Em fase estável no Campeonato Brasileiro, o Fluminense muda o foco na temporada para encarar o Defensor, do Uruguai, na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana, às 21h45 desta quinta-feira, no Maracanã. O time carioca conquistou sete pontos de 12 possíveis nas últimas rodadas do torneio nacional, por isso pode jogar a competição continental com tranquilidade.

+ Com Aguirre em alta no Morumbi, São Paulo recebe o Colón

+ Botafogo perde para o Nacional e torcida pede saída de Paquetá

+ Confira mais notícias da Copa Sul-Americana

O momento de tranquilidade no Brasileirão não era esperado quando as competições de clubes foram paralisadas para a disputa da Copa do Mundo. Nas cinco partidas antes da pausa, o time então treinado por Abel Braga empatou uma partida e perdeu quatro seguidas, crise agravada porque o treinador se demitiu do clube.

Porém, já com o técnico Marcelo Oliveira, contratado em junho, o Fluminense empatou por 1 a 1 com o Vasco, com um gol de Pedro aos 45 minutos do segundo tempo, em São Januário, em 19 de julho. Nas partidas seguintes, vitórias por 2 a 1 sobre o Sport, fora de casa, e 1 a 0 contra o Palmeiras, no Maracanã. O primeiro tropeço com o treinador à frente da equipe aconteceu para o Ceará, por 1 a 0, no sábado, no Estádio Presidente Vargas.

A atual fase do Fluminense também passa pelo brilho de Pedro, que nesta quinta-feira será observado de perto por Matheus Bachi e Fernando Lázaro, membros da comissão técnica de Tite, que pode convocá-lo para os amistosos de setembro da seleção brasileira.

A diretoria também se movimentou para reforçar o elenco, que recebeu as adições do zagueiro Digão e dos atacantes Everaldo, Luciano, Bryan Cabezas e Júnior Dutra, que está machucado e não poderá enfrentar o Defensor. O recém-chegado é o único desfalque para o duelo contra o time uruguaio.

"A principal qualidade deles é que o futebol uruguaio é de tradição, é um time perigoso, competitivo, encaram esse tipo de competição com toda entrega e, certamente, vamos ter dificuldades", afirmou Marcelo Oliveira.

O clube de Montevidéu fez apenas duas partidas pelo Torneio Clausura, iniciado depois do fim do período de férias do futebol uruguaio, com vitória por 5 a 2 sobre o Atlante, fora de casa, e derrota por 2 a 1 para o Danubio, como mandante. Vice-campeão em 2017, o Defensor ficou em quarto lugar no Torneio Apertura e em terceiro lugar no Grupo A do Torneio Intermedio, ambos vencidos pelo Nacional na atual temporada.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.