Estevam festeja opções no Botafogo e promete vaga

Depois de ver o Botafogo perder de 2 a 1 para o Cerro Porteño, em Assunção, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana, na última quarta-feira à noite, o técnico Estevam Soares agora projeta o clássico do próximo domingo, contra o Flamengo, no Engenhão, pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo, o treinador usará a força total do seu elenco, após ter poupado alguns jogadores contra o rival paraguaio.

AE, Agencia Estado

22 de outubro de 2009 | 15h29

Ao comentar o desempenho do time no Paraguai, o treinador festejou o fato de os reservas testados terem mostrado serviço e provado que estão em condições de defender a equipe em partidas decisivas. "Temos de realçar a garra que esse time teve. Mostrou um espírito guerreiro. Se não fosse a arbitragem, venceríamos. Ganhamos alguns jogadores para as próximas partidas", ressaltou.

Estevam Soares, porém, não deixou de criticar a arbitragem da partida contra o Cerro Porteño. No confronto, o juiz invalidou um gol de Fahel para o time carioca, ao assinalar uma falta inexistente, e depois não marcou impedimento no lance que resultou no primeiro gol da equipe paraguaia. Ao mesmo tempo, o comandante aproveitou para assegurar que o Botafogo vai garantir vaga na semifinal da Copa Sul-Americana.

"Estou decepcionado. Citei na preleção que nos preocupava muito a arbitragem. Já sabia que seria assim, contra o Goiás foi a mesma coisa. Ele conseguiu em um jogo só anular um gol legítimo, expulsar dois jogadores e inventar um pênalti. Temos de nos cuidar porque lá no Rio vai ser assim também. Mas contra tudo e contra todos vamos nos classificar", completou o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.