Estevam muda meio time do Palmeiras

O técnico Estevam Soares deve promover cinco mudanças na equipe que enfrenta o Tacuary, na quarta-feira, no Estádio Palestra Itália, na partida que decide a permanência da equipe na Copa Libertadores. O técnico mostrou insatisfação com o rendimento da equipe, que vem de uma seqüência de três jogos sem vitórias (duas derrotas e um empate).O goleiro Sérgio deve ser uma das novidades. Marcos fez um treino especial com o preparador de goleiro Zé Mário, mas estava visivelmente com os movimentos limitados. Informalmente, o goleiro afirmou que as dores diminuíram, mas que ainda incomodavam bastante. "Mas o jogo é quarta-feira à noite. Quem sabe ainda dá!", disse. Nesta terça-feira à tarde ele deve fazer um teste final, na Academia de Futebol. Em todo caso, o goleiro Sérgio está de prontidão. Nen, liberado pelo departamento médico, também deve voltar ao time. As novidades são na lateral e no meio-campo. Estevam deve colocar o lateral-direito Bruno e os meias Claudecir e Cristian. Saem André Cunha, Corrêa e Diego Souza, este último muito criticado pela torcida nos últimos jogos.Pelo treino tático desta segunda-feira, realizado no Palestra Itália, o técnico Estevam espera um adversário retrancado, marcando com até dez homens no campo de defesa. Por isso, optou por jogadores mais habilidosos, capazes de criarem jogadas em curtos espaços de campo. Bruno, por exemplo, é bem mais ofensivo que André Cunha e, no treino, fez um lindo gol, driblando três adversários.Mas, o treinador demonstrou também que ainda tem dúvidas no ataque do time. Warley não é mais uma unanimidade. No treino tático de ontem, Osmar e Marcel tiveram chances para formar o ataque ao lado de Ricardinho, o único que ficou o tempo todo no treino. "Tenho de aproveitar a confiança que o professor Estevam está me dando", disse o jogador.O técnico também deu chances para o meia Diego Souza. Porém, no momento que o jogador vestiu o jaqueta de titular, uma voz solitária da arquibancada reclamou: "Diego Souza não, Estevam!". O minuto de silêncio que se seguiu foi constrangedor.Nesta segunda-feira os casados se juntaram aos 11 solteiros que estavam concentrados num hotel do centro da cidade. A concentração, agora, é total. "A partida contra o Tacuary é decisiva. Se perdemos, a cobrança será muito grande", advertiu o goleiro Marcos, o jogador mais experiente do elenco palmeirense.O Palmeiras pode empatar até por 1 a 1 que garante a passagem para a fase principal da Copa Libertadores. A comissão técnica espera casa cheia na partida. A procura por ingressos foi intensa nas bilheterias do Estádio Palestra Itália. As arquibancadas custam R$ 15. O ingresso mais caro, as cadeiras numeradas cobertas, saem por R$ 40.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2005 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.