Estevam não sabe se terá Magrão domingo

O Palmeiras já deu férias a dez jogadores e poderá perder ainda Magrão para o jogo de domingo contra o Fluminense no Rio. Mesmo que sua venda não esteja concluída. O volante já adiantou a Juan Figer que não pretende correr o risco de se contundir e depois perder a transação. A decisão de colocar ou não o atleta em campo não dependerá de Estevam Soares. O treinador que se diz um funcionário obediente irá consultar o presidente Mustafá Contursi sobre escalar ou não o líder do elenco. A partida poderá ser importantíssima. Se o São Caetano recuperar nesta semana os 24 pontos que a Comissão Disciplinar do STJD lhe tirou por haver escalado Serginho, o clube do ABC voltará a ter 77 pontos, um a menos que o Palmeiras, quarto colocado na classificação do Brasileiro. O adversário do São Caetano será o Atlético Mineiro em Belo Horizonte. "Todos sabem o que significa a Libertadores para os clubes brasileiros. Lógico que para nós não é diferente. Mas eu não estou preocupado com os possíveis desfalques. O meu grupo é forte. Estaremos preparados para vencer o Fluminense", promete Estevam Soares. Os dez atletas que estão descansando em plena disputa do Brasileiro são Lúcio, Élson, Sérgio, Marcos, Baiano, Leonardo, Gláuber, Corrêa e Adãozinho. Fora estes dez, Estevam não pode contar com Muñoz e Pedrinho que se recuperarão apenas em 2005 de operações. A vitória contra o Criciúma por 3 a 2 no sábado fez Mustafá Contursi desafiar os seus amigos conselheiros que pediam a saída de Estevam Soares. O presidente acredita que ele deve ficar por ser um dos poucos técnicos ?leais? do País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.