Estevão proíbe treino do Corinthians

O presidente do Brasiliense, o ex-senador Luiz Estevão, impediu nesta terça-feira que o Corinthians realizasse um treino para reconhecimento do gramado no estádio Serejão, onde amanhã enfrenta o Brasiliense na final da Copa do Brasil. Estevão garante não tratar-se de retaliação, por causa da arbitragem de Carlos Eugenio Simon na primeira partida, que foi muito contestada. O dirigente deu duas justificativas para a decisão. Disse que o estádio está passando por uma pequena reforma. Além disso, afirmou que o gramado precisa ser preservado. Os corintianos reclamaram muito, lembrando que o Brasiliense treinou no estádio na véspera. Com isso, o time paulista teve de transferir o treino da tarde para o campo do Banco Central.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.